Sejam bem vindos à Karthago Educacional


Olá pessoal, passando para compartilhar com vocês sobre a KARTHAGO EDUCACIONAL, cujas especializações e projetos transcendem e permitem que pessoas, projetos, empresas e instituições e ensino possam obter uma nova visão de vida, com a capacidade de transformar o meio onde estão presentes.

Entre esses projetos eu destaco o excelente CARTOGRAFIAS EXISTENCIAIS, cujo objetivo geral é proporcionar aos participantes dos eventos, promover, por meio de metáforas e fazer artístico, conscientização do eu e do coletivo, de forma a estimular transformações positivas. Partindo de diálogos interdisciplinares, sendo o fazer artístico mediador, este projeto levará a termo a averiguação de aspectos relativos à valorização do coletivo e individual dentro da sociedade. Serão traçados territórios, em mapas temáticos e artístico-poéticos a partir de reflexões do percurso existencial pessoal e coletivo, associando metaforicamente tais cenários com a cartografia.

Para conhecerem melhor sobre a KARTHAGO EDUCACIONAL, vejam a seguir um pequeno resumo sobre suas atividades:

Logotipo final Karthago Educacional Transparente_ jun19

O conceito educacional de Karthago dialoga com as tendências de educação deste milênio, primando por formações que contemplam aspectos globais e particulares, bem como culturais, poéticos, relacionais, formativos, inter e transdisciplinares das temáticas apresentadas.

Unindo teoria à prática, a metodologia ativa associada ao ensino híbrido, promove uma dinâmica contemporânea de aprendizagem.

Dessa forma, integra diferentes possibilidades de aquisição de saberes, alternando as ferramentas digitais com pesquisas de campo, estudos presenciais e online, debates e orientações, pedagogia de projetos e etapas de desenvolvimento criativo individual.

Karthago Educacional: orientando, educando e capacitando para a transformação positiva de pessoas.

Fonte: https://pt.wikibooks.org/wiki/Civiliza%C3%A7%C3%B5es_da_Antiguidade/Cartago

Turner_Dido_Building_Carthage

Turner_Dido_Building_Carthage

Por que Karthago?

Um pouco de história…

Os registros da  lenda da fundação de Karthago remetem ao poeta Virgílio, por volta de 814 a.C. Consta que o Rei de Tiro, Mutto, tinha dois filhos: Pigmalião e Elisa que, com a morte do pai, herdam o reino.   Entretanto, Pigmalião, com sua exacerbada ganância, queria governar sozinho e mata Sicharbas, o marido da irmã. Ela, que não desconfiava dos planos do irmão, é alertada em sonhos pelo marido assassinado, pedindo que fuja o quanto antes de Tiro, indicando um local onde estava um tesouro que a ajudaria na empreitada.   Assim, Elisa convida pessoas de confiança para juntarem-se a ela e, pelo mar, foge rumo ao ocidente. Desde aquele dia ficou conhecida como Dido, a Errante.

Quando chegam na costa africana, os nativos permitem que Dido e sua comitiva ocupem as terras, mas o espaço deveria ser o que pudesse ser coberto por uma pele de boi. Sendo do povo fenício, conhecido por sua grande habilidade de negociações, ela corta tiras finas do couro do boi, emenda cada uma delas e delimita uma colina.

  Dessa forma foi fundada a cidade de Kart-Hadasht (nova capital) em fenício.

Claude_Lorrain_008

Claude_Lorrain_008

Nos anos que se seguiram, Karthago se transformou em uma importante cidade. Localizada na região costeira do Mar Mediterrâneo, próxima à capital da atual Tunísia (Túnis), desenvolveu, graças ao povo cartaginense, conhecido por sua habilidade nas relações humanas e comércio, uma enorme prosperidade.

A habilidade com a navegação favoreceu a fundação de vários entrepostos comerciais ao longo do mediterrâneo. Mas os homens governados por Dido nunca atacaram povos gratuitamente ou ocuparam terras de forma indevida.

Dizem que o porto de Karthago possuía uma dinâmica sem igual, recebendo povos de diferentes países, com respeito e alegria. Assim, culturas diversas coexistiam num espaço geográfico de trocas não apenas de mercadorias, mas de saberes e crenças, enriquecendo repertórios das pessoas e promovendo hibridismos inimagináveis e conhecimentos que se formaram a partir de uma somatória de saberes, que foram a marca de uma sociedade que primava pelas boas relações.

Apesar das diversas línguas, Karthago foi uma babel que deu certo, promovendo relações salutares entre os povos que por ali passavam e muitas vezes se fixavam e os antigos residentes.

The Decline of the Carthaginian Empire ... exhibited 1817 by Joseph Mallord William Turner 1775-1851

The Decline of the Carthaginian Empire … exhibited 1817 by Joseph Mallord William Turner 1775-1851

Vejam a seguir as principais atividades que a KARTHAGO EDUCACIONAL preparou para você expandir seu conhecimento e mudar sua visão de vida:

Filosofia Artes do corpo e mente
Gastronomia Literatura
Arte-educação Interdisciplinaridades
Transdisciplinaridades Cotidiano
Meio ambiente Educação

Artes do corpo e mente

  • Danças Circulares (Brasileiras e Estrangeiras)- (Minicurso)
  • Bioexpressão (aula)

Literatura

  • Contadores de histórias (curso)
  • Ludicidade e produção textual  (oficina)
  • Leitura e literatura em sala de aula  (teoria e prática pedagógica)

Gastronomia

  • Gastronomia peregrina (receitas e histórias de alimentos no mundo)  Videoaulas com receitas (curso)

  • Gastronomia e memória (estética e educação dos sentidos) Videoaulas com receitas (curso)

  • Gastronomia, criatividade e cotidiano (receitas do cotidiano, de técnica simples e resultado estético)  Videoaulas com receitas (curso)

Arte-Educação

  • Arte-educação no século XXI  Videoaulas (curso)
  • Travessias Atávicas: abismos, muros e pontes. videoaulas (curso)
  • Projetos de intercâmbio cultural  (curso)
  • Cartografias Existenciais

Meio ambiente

  • Natureza e homem (interconexões)  (aula e exercícios)
  • Ecologia emocional
  • Educação dos sentidos
  • Da mitologia à transgenia. (livro)

Cotidiano

  • Crônicas do cotidiano (acesso gratuito em site  da Universidade do Minho em Portugal)
  • E outros

Interdisciplinaridade

  • Arte e Matemática (curso)
  • Arte, filosofia e meio ambiente  (curso)
  • Arte e Educação para a Paz (curso)
  • A importância da Arte na Educação  (curso)

As informações completas sobre as atividades acima estarão disponíveis em breve no site e points da comunicação da KARTHAGO EDUCACIONAL.


SEJAM TODOS BEM VINDOS!!!


JIVOCHAT: MUITO MAIS DO QUE UM CHAT DE CONVERSAÇÃO!
ACESSE O SITE E FAÇA UM TESTE GRÁTIS

Anúncios

Lançamento do 3º Concurso Cidadonos acontece no próximo dia 17 em Jundiaí


Olá pessoal,

Compartilhamos com todos uma chamada para o 3º Concurso Cidadonos em Jundiaí.

O evento acontecerá em 17/04/2015 e vem com uma proposta de aproximação da comunidade com as soluções que a cidade necessita.

Vejam a seguir a chamada:

small_Logo_Cidadonos_c_pia

Lançamento do 3º Concurso Cidadonos acontece no próximo dia 17

 O tema deste ano, “fazer acontecer”, visa incentivar a população a criar iniciativas autônomas, acompanhar o andamento e também cobrar a realização das propostas vencedoras junto ao poder público municipal

 No próximo dia 17 (sexta-feira), a partir das 19 horas, será lançada a terceira edição do Concurso Cidadonos no Senac Jundiaí, cujo tema será “fazer acontecer”. Após um coquetel de recepção aos convidados, o funcionamento do concurso e um balanço das edições anteriores serão apresentados. O Cidadonos é promovido pelo movimento Voto Consciente, com apoio do Instituto Cidade Democrática.

Realizado em anos não eleitorais, o Cidadonos ocorre como uma forma organizada de a população participar ativamente das mudanças que almeja para a cidade. Em cinco fases – Inspiração, Propostas, Aplauso, União e Anúncio –, os moradores de Jundiaí podem acessar o site www.cidadonos.org.br para propor mudanças, apoiar ideias e discutir demandas atuais.

A atual fase, de Propostas, continuará até o dia 7 de junho. Durante este período, é possível sugerir melhorias na Segurança Pública, Saúde, Mobilidade Urbana, Cultura e qualquer outra área do município. É importante esclarecer que independentemente de participarem ou não como proponentes, as pessoas podem integrar o concurso ao “seguirem” e comentarem ideias, a fim de contribuírem para o aprimoramento das mesmas. Ao final, serão escolhidas as 12 propostas mais relevantes.

Um dos organizadores voluntários do Cidadonos, Henrique Parra Parra Filho, afirma que o concurso é uma forma de ressaltar que, mais do que oferecer ideias, é necessário que a população acompanhe o andamento das propostas vencedoras e cobre sua realização junto aos governantes (gestores, vereadores, deputados, secretários e prefeito). “O Cidadonos busca, sobretudo, fortalecer a participação social e resgatar a capacidade de o cidadão influenciar decisões políticas na cidade”, opina. “Estimula o surgimento de comunidades de colaboração e coletivos, além de construir uma cultura da participação, por meio da educação política para a cidadania”, complementa.

 Serviço:

 Lançamento do Concurso Cidadonos

17 de abril, sexta-feira, às 19 horas, no Senac Jundiaí

Rua Vicente Magaglio, 50, Jardim Paulista I

 Cidadonos: www.cidadonos.org.br

 

Caso desejem mais  informações favor entrar em contato com:

Renata Susigan

11 4522-2142

jornalismo@iocomunica.com.br
www.iocomunica.com.br

#diadedoar – Obrigado!


Olá pessoal,

A todos que leram a postagem de ontem, vejam a seguir os agradecimentos da equipe #dia de doar sobre os acontecimentos e repercussão dos fatos, projetando para 2015 uma campanha ainda maior e melhor.

#diadedoar – Obrigado!

(contato@diadedoar.org.br)

obrigado dia de doar
Obrigado!
Nós não temos palavras para descrever o quanto estamos felizes. O #diadedoar foi um sucesso, mobilizando o país inteiro e gerando histórias de doação inspiraram milhares.
O que conquistamos ontem, porém, não representa a conclusão, mas o início de um novo momento no desenvolvimento da sociedade civil brasileira. Juntos, estamos transformado o país, contribuindo para o desenvolvimento de uma cultura de doação tão importante para a sustentabilidade e fortalecimento das organizações.
Em breve, portanto, os preparativos para o #diadedoar de 2015 (01 de dezembro) vão começar.
Mas hoje – quarta – não é dia para isso. Hoje é dia para agradecer.
E agradecemos aqui a cada um de vocês que contribuiu para o sucesso desse dia. Organizações, empresas, movimentos, indivíduos. Cada um à sua maneira, todo tão importantes.
Hoje agradecemos a vocês, e sugerimos que agradeçam também aos que doaram para suas organizações. O ato de pedir a doação é importante. O de agradecer por ela também.
Obrigado, portanto, e até muito breve!
Equipe #diadedoar
equipe dia de doar

Vejam este exemplo de cidadania e participação solidária


Olá pessoal!

Hoje vamos compartilhar um pequena história sobre uma menina de 08 anos que transformou a vida de muitas pessoas com uma ideia simples, mas de grande resultados.

Fonte desta notícia: http://envolverde.com.br/

*Artigo publicado originalmente no Blog do Julio/ Mercado Ético

Se a vida te der um limão, mude o mundo com ele”

O impacto de uma imagem

A pequena Vivienne Harr em maio de 2012, com apenas 8 anos, quando visitava uma exposição ficou chocada por uma foto de dois garotos e irmãos, que trabalhavam em sistema de escravidão carregando duas pedras grandes amarradas em seus corpos. Ao voltar pra casa a menina decidiu que faria algo para mudar aquela situação e comunicou aos pais, que se comoveram muito com a atitude da garota e informaram que ela precisaria de um bom dinheiro para poder ajudá-los.

foto_inspiradora

Foto que inspirou Vivienne a tomar a atitude.

Além de uma Atitude Empreendedora

Então, a garota com ajuda dos pais criou uma banca de limonada, onde começou a vender a bebida por 2 euros, mas o resultado financeiro não foi muito bom. Foi quando a menina decidiu parar de cobrar um valor fixo e deixou o preço livre para quanto a pessoa quisesse pagar. “O que seu coração mandar”, lia-se na banca junto ao anúncio da razão de estar vendendo a limonada: para ajudar as crianças que trabalham sob escravidão.

Rapaziada, a Vivienne conseguiu milhares de seguidores nas redes sociais, divulgação de sua iniciativa em vários jornais e programas de TV, e sabe qual foi o resultado? Ela chegou a conseguir mais de 115 mil euros (cerca de 350 mil reais), o valor necessário para ajudar a libertar 500 escravos.

E não parou por aí! Com o incentivo da família, especialmente do pai, Eric Harr, a jovem lançou o projeto “Make a Stand”, para vender a sua limonada orgânica, a “Lemon-aid”.

vivianne3

Um negócio Social

5% do lucro da empresa vai para a Fundação Make a Stand, fundada pela menina para destinar os recursos a parceiros como a UNICEF, por exemplo. Como o negócio social começou a crescer, seu pai pediu demissão do emprego e atualmente se dedica integralmente à empresa fundada pela filha, que em uma palestra afirmou: “Se a vida te der um limão, mude o mundo com ele!”

A empresa usa produtos orgânicos, sem conservantes e todos os ingredientes estão claramente descritos nos rótulos, além da transparência total, caso alguém precise de informações sobre como o dinheiro levantado será aplicado para a erradicação da escravidão infantil.

Atualmente a empresa integra o grupo B Corporation, uma certificação internacional que valida que a empresa tem em toda sua estrutura os cuidados com impacto social, ambiental e financeiro (aqui no Brasil, uma das únicas que tem o selo é a Natura).

vivianne4

————————–

A profissionalização como fator de importância em organizações do terceiro setor! Faça já sua inscrição!


cursos-extensao

Olá pessoal!

O tema profissionalização vem, na última década, sendo discutido como movimento necessário para a transformação positiva do terceiro setor, seja em áreas de assistência social, educação, saúde, cultura, meio ambiente, etc., enfim, em todas as áreas de necessidade das comunidades presentes pelo Brasil. Com o advento da rede global de comunicação, a rapidez no acesso e divulgação das informações, o surgimento de tecnologias de ponta, bem como os resultados de muitas organizações que adotaram esta postura no Brasil, este tema acabou tomando uma dimensão importante para que as organizações possam cumprir o que suas missões e objetivos determinam, com muito sucesso.

Sabemos que ainda existem muitos desafios a serem vencidos, mas ao adotar esta atitude, as organizações não só se capacitam melhor para suas atividades, como também promovem com mais segurança as transformações necessárias dentro das comunidades, promovendo crescimento em todos os níveis.

O Curso “A PROFISSIONALIZAÇÃO COMO FATOR DE IMPORTÂNCIA EM ORGANIZAÇÕES DO TERCEIRO SETOR”, vem com a proposta de enfatizar esta prática como fator determinante para atingir estes resultados, e a Fesp-SP, em parceria com a Alavanca Social, convida a todos para participarem do curso acima, com inicio em 09/03/2013.

Vejam a seguir a chamada para o curso:

folder curso fesp_terceiro setor

Para mais informações acesse: http://www.fespsp.org.br/extensao/terceiro-setor.html

Faça já a sua inscrição: http://www.fespsp.org.br/extensao/fespextensao/Pages/Inscricao.aspx

APROVEITE! FALTAM POUCOS DIAS PARA O INICIO DO CURSO!

Nos vemos por lá!

Hoje é o dia internacional do Voluntariado


voluntário em grupo

Existem muitas situações acontecendo pelo mundo e todas elas, importantes para alguém ou alguma coisa.

As pessoas, num processo natural de construção e segurança, convivem em comunidade, pois isso permite a integração, o desenvolvimento pessoal e coletivo, o progresso natural quando o ser humano coloca em prática suas habilidades e conhecimentos em benefício do todo.

Poderíamos ficar falando sobre esta condição de viver em sociedades por muito tempo, mas hoje quero destacar uma das mais importantes atitudes que um pessoa pode empreender em favor de causas e do crescimento. Estou falando do VOLUNTÁRIO. Você sabe o que é? Muitas pessoas ainda imaginam o voluntariado como um emprego normal do mercado de trabalho e por desconhecimento, tratam esta atividade como uma coisa corriqueira, sem valor ou porque é realizado sem remuneração. Muito pelo contrário, trata-se de uma nobre atitude humana, onde, o uso das aptidões e capacidades são colocadas em prática em benefício do coletivo.

Atuo como voluntário (talvez nem tanto como desejaria) desde a década de 80 e posso dizer que, pelas experiências que vivi, todas foram fantásticas, inovadoras e que engrandeceram a minha capacidade e disposição para o trabalho. Hoje atuo como voluntário de forma virtual nos dias de semana e de forma presencial nos finais de semana, e, em todas elas, o senso de responsabilidade deve estar presente, pois, com certeza, existirão pessoas e organizações dependendo do meu trabalho naquele momentos e quando assumimos um compromisso, temos de oferecer o máximo de nós para que tudo corra conforme desejado e planejado.

O voluntariado permite o crescimento pessoal, espiritual, profissional e intelectual. Permite a formação e preparação para novos tempos. Contribui para o crescimento e o progresso das comunidades. Permite a cura interior daquele que procura respostas. Proporciona alegria àquele que doa seu tempo e habilidades em prol do outro. É transformação pura do ser e colabora com a sociedade desejosa de mudanças que atendam suas necessidades naturais de quem vive em comunidade.

Somente como ilustração, no Oriente, Europa e América do Norte, o voluntariado é visto como uma das mais importantes atitudes na construção de uma sociedade mais feliz e justa, e propicia a chegada de recursos e riquezas onde estão inseridos. No Canadá, 1,8% do PIB nacional advém do Voluntariado, com receitas e valores girando a casa de milhões de dólares anuais. No Brasil o voluntariado ainda está engatinhando, mas caminha para, num futuro breve, se tornar uma das referências mundiais, pois o brasileiro possui um forte apelo à solidariedade e ajuda ao próximo, principais características do voluntário.

O Voluntário não recebe valores materiais pelo seu trabalho, mas recebe algo de valor inestimável…a estima e o reconhecimento pelas suas realizações e principalmente pelo bem estar pessoal experimentado pela sua nobre atitude.

Considero o voluntariado o prólogo de uma sociedade futura que virá, onde o bem estar do outro, é mais importante que o individual.

Hoje comemora-se o DIA INTERNACIONAL DO VOLUNTÁRIO, e é justo dizer que…”São heróis anônimos promovendo a transformação em tudo aquilo que tocam”. Trata-se de uma das mais belas obras do ser humano e exercício puro da  cidadania.

Que as pessoas tenham essa consciência e que as Instituições dos 3 setores da economia se preparem para a chegada deles para que o crescimento seja natural e para que as comunidades estejam cada vez melhores.

VOLUNTÁRIO…PARABÉNS PELO SEU DIA!!!

28 de agosto – Dia Nacional do Voluntariado


Postado por Marcelo Rachid de Paula

Dia Nacional do Voluntariado!

Considero esta data muito especial para o Brasil, por ser um dia onde se comemoram todo tipo de ação solidária, principalmente aquelas que são realizadas com amor e desprendimento, transformando o meio onde esta se desenvolvendo, sempre para suprir alguma necessidade das comunidades de uma forma geral.

Não importa se trata-se de uma grande ou pequena, a ação voluntária provoca as mais diversas reações nas pessoas, sempre as mais positivas, pois aquele que doa o seu tempo se fortalece interiormente, recebe todas as forças e energias para aquela ação, enquanto que aquele que as recebe, tem sua esperança renovada de que existem soluções para seus problemas e necessidades. Não importa se trata-se do voluntariado comunitário e social, se empresarial, em instituições e ensino e até mesmo no poder público, todos são igualmente importantes e provocam transformações surpreendentes nas pessoas e nas coisas, e por se tratar de uma doação do indivíduo, com certeza acaba sendo realizada de forma verdadeira e especial.

Atuo como voluntário desde a década de 80 e posso dizer que esta prática foi uma escola maravilhosa para mim em todos os sentidos, pois me proporcionou a possibilidade de compartilhar os meus conhecimentos e experiências em causas e momentos importantes para a vida das pessoas envolvidas, além de ampliar esse conhecimento em mim de uma forma muito benéfica. Vi, vivi e observei diversas situações que me deixaram tristes por um momento, tal o estado de carência do ser humano, mas que depois da ação de pessoas abnegadas e direcionadas num só objetivo, modificou o contexto de uma forma muito significativa, possibilitando que as pessoas pudessem se reanimar e adquirir a confiança e a força para retomar a jornada. Foram momentos marcantes para mim e acredito que para todos os que participaram destas campanhas.

A presença do voluntário é de fundamental importância em Organizações Sociais, pois a grande maioria não tem recursos suficientes para contratar pessoas para as práticas internas e externas, estando esta pessoa preenchendo uma lacuna, muitas vezes de fundamental importância para a organização, sem ônus para seu planejamento financeiro, que podem ser direcionados para seus projetos. Conheço diversas organizações que sobreviveram e sobrevivem graças à presença das ações voluntárias e realizam um trabalho organizado, maravilhoso e bem gerido através de pessoas e estrutura para esta finalidade de uma forma positiva, onde todos se sentem bem por fazer parte dela.

Observando o voluntariado no mundo, sempre destaco o modelo Canadense como um dos mais eficientes e eficazes, e que, pela sua organização, leis e união de todas as áreas da sociedade, faz que esta atividade  seja de fundamental importância, não somente onde estão inseridos, mas colaborando para o crescimento do país, representando cerca de 2% do PIB nacional. Outro fator relevante, trata-se do voluntariado em eventos esportivos e um modelo bem recente (Olimpíadas de Londres) demonstrou isso com o alto grau de preparação e desprendimento de todos os envolvidos de uma maneira brilhante e significativa.  Sem eles os jogos não aconteceriam da forma como todo o mundo presenciou.

No Brasil, 30.000 pessoas já se cadastraram para serem voluntários na Copa do Mundo em 2014 e isto é somente uma amostra da importância destas pessoas abnegadas que produzem um efeito positivo  em todas as sociedades.

Enfim, o voluntariado é transformação, é desprendimento, é doação, é ação contínua em favor do outro, é geração de riquezas e solidariedade pura em ação, modificando os cenários e possibilitando a crescimento contínuo, e o mais importante: de forma gratuita e com muito amor.

Poderia ficar falando do voluntariado por dias e não esgotaria este assunto, pois sei da importância nos meios onde estão inseridos, mas deixo aqui a minha opinião e palavras para reflexão de todos, na certeza de que somos capazes de doar e melhorar o meio onde vivemos. Todos, sem exceção, podem se tornar parte desta família.

Um ótimo dia do VOLUNTARIADO para TODOS!

A visão do futuro


Fonte: http://portaldovoluntario.v2v.net/blogs/54408/posts/13807

Era uma vez, um homem muito sábio que costumava ir à praia para escrever.

Ele tinha o costume de caminhar pela praia antes de começar a trabalhar.

Um dia ele estava passeando pela areia. Ao olhar mais adiante ele viu um vulto humano que parecia estar dançando. Ele sorriu ao pensar em alguém que dançasse o dia todo. Então, ele apertou o passo para alcançá-lo. Quando chegou mais perto viu que se tratava de um rapaz, e que o rapaz não estava dançando mas estava se abaixando, pegando algo na areia e cuidadosamente atirando ao oceano. Quando chegou mais perto ele gritou:

– Bom dia, o que você está fazendo?

O jovem parou, olhou para ele e respondeu:

– Jogando estrelas-do-mar no oceano. Eu acho que devia ter perguntado porque está jogando estrelas-do-mar no oceano. O sol está à pino e a maré está baixando. Se eu não as jogar lá elas vão morrer.

– Mas meu caro, você não percebe que há milhas e milhas de praia e estrelas-do-mar em todas elas? É impossível fazer alguma diferença.

O jovem escutou atentamente. Então, se curvou, pegou uma estrela-do-mar e a jogou no mar para lá da arrebentação e disse:

– Fez diferença para essa aí.

Sua resposta surpreendeu o homem; ele ficou confuso, não sabia o que responder. E assim, ele virou às costas e voltou para casa para começar a escrever. O dia inteiro, enquanto escrevia, a imagem daquele rapaz ficou em sua mente. Ele tentou ignorá-la mas a visão persistia. Finalmente, ao cair da noite, ele percebeu que, ele, o cientista; ele, o poeta, havia deixado passar a natureza básica da atividade do jovem. Foi quando ele percebeu que o que o jovem fazia era uma opção por não apenas ser um observador no universo e vê-lo passar, pois ele optara por agir no universo e fazer alguma diferença. Ele ficou envergonhado. E naquela noite foi se deitar preocupado. Ao raiar da manhã acordou sabendo que devia fazer alguma coisa. Então, se levantou, vestiu suas roupas, foi à praia e encontrou o jovem. E junto com ele passou toda a manhã jogando estrelas-do-mar no oceano.
Percebem, o que os atos daquele jovem representa? É uma coisa muito especial em cada um de nós. Todos nós fomos dotados da capacidade de fazer alguma diferença, e se pudermos, como aquele rapaz, nos conscientizarmos dessem dom, conquistaremos, através da força de nossas visões, o poder de moldar o futuro. E este é o desafio de vocês, também o meu desafio. Cada um precisa achar a sua estrela-do-mar. E se jogarmos nossas estrelas sabiamente e bem, não tenho dúvida de que o século vinte e um será um lugar maravilhoso.
Lembrem-se:

Uma visão sem ação não passa de um sonho.
Ação sem visão é só um passatempo.
Uma visão com ação pode mudar o mundo.