“REDE DA CARIDADE” PROMETE PAGAR USUÁRIOS E AJUDAR ONGS


Olá pessoal!

Hoje vamos compartilhar uma publicação da ATN (http://atn.org.br) que trás uma ótima novidade para pessoas e ONGs. Trata-se da rede WOWAPP, que agrega funções de rede social, chat similar ao Whatsapp e comunicações através de áudio e vídeo, similar ao Skype.

A rede está crescendo muito no Brasil e no mundo, pois, além de oferecer facilidades gratuitas para os usuários, também irá permitir ganhos para seus usuários, que podem ser resgatados para si ou direcioná-los para Organizações Sociais sem fins Lucrativos (ONGs).

Para acessar a rede e tornar-se usuário, deve receber a aprovação de convite feito por alguém cadastrado. Para isso, acesse a esta rede do WOWAPP. Sejam bem vindos!

Vejam o artigo e conheçam mais detalhes:

wowapp

Já imaginou conversar com seus amigos por mensagens e vídeos e ainda ganhar dinheiro com isso? O app romeno WowApp Messenger promete realizar essa façanha e ainda oferece ao usuário a oportunidade de doar seus ganhos para ONGs.

“Em essência, todo usuário é um parceiro. Ele deve ser parte do nosso sucesso”, afirma Thomás Nobel, CEO do WowApp, em entrevista a EXAME.com.

O serviço segue um modelo parecido com o do Tsu, um tipo de “Facebook” que promete 90% de sua arrecadação diretamente para o usuário. A diferença é que o app romeno garante dividir “apenas” 70% de sua receita com o usuário.

Publicidade

“Nós ficamos com 30% da arrecadação, pois eu não acredito que é possível manter uma empresa com menos do que isso”, explica Nobel.

Com o aplicativo, o usuário pode criar chats particulares ou em grupo, fazer chamadas em áudio e vídeo e até ligar para telefones fixos e celulares de graça. Segundo o CEO, no próximo mês, o serviço de mensagens de voz será adicionado ao portfólio do app. Assim, em essência, o WowApp é uma mistura de Skype e WhatsApp.

O único serviço oferecido pela empresa que não é gratuito é o de chamadas internacionais. No entanto, o usuário não precisa depositar dinheiro na sua conta para fazer as ligações. Basta ele angariar alguns Wowcoins, as moedas virtuais do app. De acordo com Nobel, 100 Wowcoins valem um dólar – cerca de quatro reais na cotação atual.

Além da utilização desse recurso para as chamadas, também é possível sacar o saldo – não existe uma quantidade mínima, nem máxima, para fazer a retirada. O dinheiro é depositado na conta de preferência do cliente e, segundo Nobel, o usuário pode colocar os dados do cartão apenas quando for fazer o saque.

“Nós também queremos trazer outras maneiras de transferência para o Brasil, como o PayPal. Além disso, queremos tornar essas transações mais baratas”, explica o CEO.

Outro jeito de utilizar as moedas virtuais é a partir de doações para ONGs. Até agora, mais de duas mil instituições de caridade sediadas em 110 países tem parceria com o app – 17 só no Brasil, de acordo com Nobel. “Você pode doar o quanto quiser a partir de dez centavos de dólar. Logo o app terá a opção de doar dinheiro extra, que o usuário tirou do próprio bolso”, revela.

Como a empresa angaria fundos

Para distribuir o dinheiro para a comunidade, uma empresa precisa angariar fundos, certo? Segundo Nobel, o WowApp depende de apenas duas receitas para sobreviver: publicidade e ligações internacionais.

Isso significa que o usuário recebe uma comissão toda vez que um anúncio é adicionado no aplicativo. Outra maneira de embolsar dinheiro com o app é a partir de convites – que podem ser adquiridos com amigos ou a partir da página oficial do software. Conforme a lista de contatos cresce, mais o usuário lucra.

Desse modo, as primeiras pessoas que entraram na rede têm chances maiores de ganhar uma contribuição do que os usuários novos.

De acordo com o CEO, como o serviço chegou no Brasil recentemente – no dia 20 de outubro de 2015 – a quantidade de dinheiro adquirida pelo cliente ainda é baixa. No entanto, “se você convidar muitos amigos e utilizar o app regularmente, você verá seu rendimento crescer”, explica.

Para garantir que o usuário receba seu dinheiro, Nobel conta que o fundo voltado para os clientes é depositado em uma conta separada das aquisições da empresa.

Até a publicação desta reportagem, o WowApp já tinha cadastrado mais de 190 mil brasileiros. O aplicativo está presente em mais de 200 países e já possui 1,25 milhã de usuários. O app está disponível na App Store e no Google Play, além de também ser possível utilizá-lo em PCs Mac e Windows.

Receba o seu convite clicando aqui!

O vídeo abaixo mostra como o WowApp funciona:

Fonte: Exame.com

Você conhece a nova Rede Social para o Terceiro Setor?


socialdeverdade

 

Fonte: Rede Gots

A mobilização de recursos tem sido um grande desafio para todas as instituições do Terceiro Setor, especialmente as menores ou aquelas que não dispõem de um setor específico, em sua organização, voltado exclusivamente para a busca de recursos para a manutenção institucional ou para a realização de projetos.

A rede “Social de Verdade” é uma organização do Terceiro Setor que surge como uma alternativa criativa e inteligente para auxiliar as demais organizações. Trata-se de uma plataforma que coloca em contato, de um lado, instituições ou pessoas que queiram doar recursos financeiros ou serviços e, de outro, organizações e indivíduos que tenham uma causa legítima necessitando de apoio.

Em uma página semelhante ao Facebook, as organizações podem mostrar o seu trabalho e os seus projetos, além de também poderem estabelecer vínculos e parcerias com outras entidades. Após cadastrarem-se na rede, os doadores, que podem ser pessoas físicas ou jurídicas, também têm a possibilidade de solicitar amizade para outros doadores e para as instituições que mais combinem com sua filosofia, de modo que todos possam acompanhar as postagens de seus potenciais parceiros ou colaboradores, como em uma rede social padrão. Através do estabelecimento dessa rede, o doador pode fazer um acompanhamento detalhado da sua doação, ou até mesmo cobrar ações prometidas pelas instituições, gerando uma maior transparência na atuação das entidades. As instituições que receberem alguma doação e não postarem publicamente as suas ações são notificadas e podem ter o botão através do qual recebem apoio totalmente desabilitado.

Toda a participação na rede Social de Verdade é gratuita e a instituição não recebe nada nas transações que envolvem valores financeiros – tudo é intermediado pelo PagSeguro. O endereço da rede é www.socialdeverdade.com.br e quem quiser assistir a uma entrevista com a sua diretora, Herica Gonçalves, realizada durante a ONG Brasil 2013, o maior evento de Terceiro Setor da América Latina, é só acessar os canais REDEGOTS  no Youtube.

Você sabe o que é um Banco de Alimentos?


banner banco de alimentos

Olá pessoal!

Todos sabemos, observamos e em muitos casos vivenciamos situações de escassez ou dificuldades em nossas vidas e a fome é um destes ingredientes que agride milhões de pessoas pelo mundo todo. Também sabemos que existem pessoas que procuram dar sua cota de colaboração para tentar acabar com esta condição em seu meio ou pelo menos minimizá-la.

Em todo mundo, existem projetos idealizados por pessoas que lutam contra esta atrocidade e com perseverança e dedicação conseguem ajudar muitas pessoas, mudar as suas vidas e devolver um pouco da auto-estima, esperança e confiança num amanhã melhor, principalmente para pais que vêem seus filhos nesta situação, porém, as dificuldades impedem na oferta de melhores condições para eles.

Aqui no Brasil, existem diversos projetos que visam acabar ou reduzir a fome entre as pessoas menos favorecidas e hoje estaremos falando sobre um deles, que foi idealizado no Rio Grande do Sul e hoje possuem uma rede maravilhosa de atendimento não só naquele estado, mas também em outros estados, que seguiram este modelo e participam ativamente das necessidades das comunidades carentes em seu entorno.

Você conhece as diretrizes conhecida mundialmente como OS 8 JEITOS DE MUDAR O MUNDO?

Não? Então pesquise e conhecerá qual será sua próxima ação em favor do meio que você vive. ACABAR COM A FOME E A MISÉRIA É UM DELES!.

Falo do projeto REDE DE BANCO DE ALIMENTOS DO RIO GRANDE DO SUL, que posso afirmar, com certeza, trata-se de um trabalho de referência e sucesso neste quesito. Veja a seguir algumas informações desta organização e suas ações:

Logo_banco de alimentos

Fonte: http://www.redebancodealimentos.org.br

O que é?

Os Bancos de Alimentos são organizações sem fins lucrativos que atuam minimizando a fome nas localidades onde estão instalados. Arrecadam, classificam, armazenam e doam alimentos às instituições beneficentes cadastradas (creches, asilos, lares de excepcionais, entre outros).

Como Atuam os Bancos de Alimentos?

Funcionamento

Todos os Bancos utilizam da mesma metodologia oferecida pela Rede de Bancos de Alimentos e funcionam de forma padronizada. A sistemática de trabalho dos Bancos de Alimentos é muito simples. Os alimentos doados são coletados nos locais e dias indicados pelos doadores. Em seguida, as doações são armazenadas na central de arrecadações, um depósito próprio do Banco de Alimentos. Neste local, as nutricionistas analisam e determinam quais os tipos de alimentos necessários para as instituições, conforme as quantidades e valores nutricionais ideais para suprir suas necessidades. Posteriormente ocorre a distribuição qualificada dos alimentos, entregues gratuitamente às instituições assistenciais previamente cadastradas no Banco de Gestão e Sustentabilidade.

As entidades beneficentes (entidades assistenciais como creches, escolas, asilos, lares de excepcionais, associações de bairros, entre outras) recebem treinamento sobre segurança alimentar, higiene, e aproveitamento adequado dos alimentos. As Nutricionistas dos Bancos de Alimentos desenvolvem periodicamente avaliação e orientação nutricional com as pessoas atendidas nas instituições.

Estrutura

Todos os Bancos de Alimentos contam com amplas instalações para armazenamento de alimentos. Possuem todos os equipamentos necessários ao desenvolvimento de suas atividades, e uma equipe qualificada com Nutricionistas, permitindo operações rápidas e garantia de integridade dos alimentos entregues.

Logística

O transporte dos alimentos é realizado com uma frota moderna e aparelhada de veículos, disponibilizada pelo SETCERGS (Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas do Estado do Rio Grande do Sul) que realiza eficiente Logística de Operação, controlando o recebimento, estoque, distribuição e entrega dos alimentos.

Voluntariado

A Rede de Bancos de Alimentos conta com milhares de Voluntários do Rotary, Lions, Diaconias, Escoteiros, Associações de Funcionários de Empresas, Universitários, enfim, da sociedade como um todo, que unida está vencendo o desafio de erradicar a FOME, representando com isso o compromisso e a responsabilidade de cada um com o seu semelhante.

Como Participar

Quaisquer entidades, empresas públicas ou privadas e pessoas físicas poderão participar facilmente das iniciativas do Banco de Alimentos quer sejam como:

Mantenedor: Atuando como mantenedora, sua empresa oferece ao Banco de Alimentos um aporte financeiro. Esta contribuição é fundamental para atender às despesas de custeio e permitir o crescimento das atividades. Estas são algumas das empresas que já atuam como mantenedoras: Sistema FIERGS, Walmart, Gerdau, Goldsztein, Itaú, Terra, GBOEX, Sodexo Puras, Stemac, Avina, Sinmetal, SIARGS.

Parceiro Estratégico (Recursos/Serviços): Qualquer que seja o segmento da sua empresa, você poderá participar prestando serviços referentes à sua área de atuação.

Doador (Alimentos): Se a sua empresa atua na área de produção, transporte, armazenamento, comercialização e consumo de alimentos, poderá se integrar ao Banco como fonte doadora de alimentos.

Colaborador: Os funcionários de sua empresa também podem se engajar nesta iniciativa social através de campanhas onde poderão contribuir mensalmente com um quilo de alimento.

 

Como participar utilizando Incentivos e Renúncias Fiscais

1. O Banco de Alimentos

O Banco de alimentos é mantido por empresas  e população em geral que fazem a DOAÇÃO de produtos alimentares ou recursos financeiros, que são destinados às Instituições Assistenciais cadastradas no Banco de Dados do Conselho de Cidadania da FIERGS como RECEPTORAS. A distribuição é realizada obedecendo a um rigoroso plano de prioridades.

Formas de participação das empresas:
• Doação de alimentos que não foram vendidos por algum motivo.
• Doação de alimentos devolvidos pelo varejo ainda bons para o consumo.
• Produtos com prazo de validade prestes a vencer.
• Produtos excedentes, rejeitados pelo Controle de Qualidade ou com a embalagem violada.
• Produção industrializada especificamente para doação.

 2. Benefícios fiscais para a empresa doadora.

2.1 – Incentivos específicos

ICMS Haverá isenção do ICMS para doações realizadas ao Banco de Alimentos (Decreto Nº 41.577 de 03 de maio de 2002, Art. 1º).

IR e CSSLAs – Doações ao Banco de Alimentos também podem reduzir a base de cálculo do Imposto de Renda e da Contribuição Social, usufruindo da permissão de dedutibilidade destas despesas, sejam em mercadorias ou em espécie, prevista pela Lei das Oscips.

Estas doações são dedutíveis e limitadas a 2% do lucro operacional. Podem resultar em um ganho fiscal de cerca de 34%.
 
2.2 – Incentivos Gerais
Além dos incentivos citados no item anterior, poderá haver o engajamento da empresa em outros projetos que poderão resultar em redução do imposto de renda e do ICMS.

Clique aqui para conferir o Manual de Incentivos e Renúncias Fiscais do Banco de Alimentos

 3. Operacionalização

Para contatar o Banco de Alimentos utilize os seguintes meios:
Tel.: DDG 08005416000, – FIERGS 51 – 33478621
Email: bancodealimentos@bancodealimentosrs.org.br
Site: http://www.bancodealimentosrs.org.br
Correspondências:
Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais – Av.Assis Brasil 8787, 3°andar – Bloco 10 / Porto Alegre (CEP 91140-001)

4. Legislação

Lei Federal n° 9.790/99 – Lei das OSCIPS
Decreto do RS Nº 41.557
Demais atos citados no contexto.

Faça parte desta grande rede que salva vidas e promove o bem-estar dentro da sociedade carente de soluções!

_________________________________________________________________

ALAVANCA SOCIAL E INSTITUTO SABEDORIA: PROMOVENDO SOLUÇÕES SOCIAIS!

TREINAMENTO / EVENTOS / COMUNICAÇÃO

_________________________________________________________________

Workshop “Boas Práticas na Gestão de Organizações Sociais”


rede_atn_logo3

Olá pessoal do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, estaremos aí no final de Julho para um encontro especial.

Dentro do programa de capacitação e soluções do projeto IBM e com a Coordenação e Implantação da ATN, a Alavanca Social estará presente nas cidades de Cuiabá e Campo Grande para a realização do workshop “BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DE ORGANIZAÇÕES SOCIAIS”, cujo principal objetivo é promover o conhecimento e capacitar gestores e pessoas de Organizações Sociais destes locais e região.

Assim como nas cidades anteriores, o programa prevê esta capacitação presencial, curso online e a utilização da Rede Colaborativa IBM Connections, que vai permitir a integração e a continuidade do aprendizado inserido no programa.

O evento de Cuiabá-MT acontecerá em 30/07/13 e em Campo Grande-MS no dia 01/08/13.

Aguardem em breve novas informações.

Alavanca Social ministra Workshop sobre Gestão em Bauru


Olá pessoal,

A partir da parceria entre Alavanca Social e a Associação Telecentros de Informação e Negócios – ATN, em 2013 está sendo dada a sequência de um programa que iniciou  no ano passado com o objetivo de capacitar e integrar organizações sociais pelo Brasil, através do Workshop BOAS PRÁTICAS NA GESTÃO DE ORGANIZAÇÕES SOCIAIS.

Em 2012 este evento se realizou em 5 cidades brasileiras e este ano, para completar esta fase do programa, serão realizadas em outras 5 cidades, iniciando pela cidade de Bauru, para, posteriormente acontecer nas cidades de Macaé-RJ, Maceió-AL, Cuiabá-MT e Campo Grande-MS.

O conteúdo do programa está relacionado ao Terceiro Setor e envolve melhores práticas de Gestão em Organizações Sociais, as quais estarão se integrando com outras organizações através da Rede Colaborativa IBM Connections,  com o objetivo de continuar a capacitação dos participantes, bem como a promoção do conhecimento para que todos possam desenvolver seus projetos em suas comunidades e compartilhar seus conhecimentos, experiências e dúvidas dentro desta rede.

Vejam a seguir a chamada para este evento em Bauru:

banner bauru

Campanha de Ajuda


Olá pessoal!

Vejam mais abaixo um pedido da Rede Social Jundiaí, a qual solicita alguns insumos para ajudar uma família aqui em Jundiaí. A todos que puderem, dêem sua colaboração.

Veja a seguir a íntegra do pedido:

Caras (os) Parceiras (os)

  Em dezembro de 2012 um grande parceiro da Rede sofreu um grave acidente de carro, sendo necessária uma intervenção cirúrgica na coluna. A família e amigos estão mobilizados em sua recuperação, cujo período preliminar indicado pelos médicos é de 06 meses. Para os cuidados e os novos desafios que o tratamento exige eles precisam de alguns produtos de saúde e higiene pessoal.  Como forma de ajudarmos, a Rede Social Jundiaí está realizando uma campanha de arrecadação, buscando obter coletivamente os itens que seguem listados:
•       Micropore NexCare;
•       Lenços Umedecidos (com 400 unidades);
•       Fralda Geriátrica tam. M ((Plenitude, Bigfral, Natural Master);
•       Cueca Geriátrica tam. M (ou único);
•       Fraldas de pano;
•       Creme Esfoliante para Pés;
•       Creme Hidratante para Pele Extra-Seca;
•       Óleo para Hidratação a base de Girassol (podendo ser o óleo de cozinha a base de girassol);
•       Pomada Minâncora 30g;
•       Pomada Hipoglós 90g ou 120g;
•       Álcool Etílico em Gel;
•       Álcool Etílico em Líquido;
•       Sabão Líquido Para Roupas;
•       Sabão em Pó Para Roupas;
•       Amaciante Para Roupas;
•       Chá Diversos Sabores;

  As doações podem ser encaminhadas para o Senac Jundiaí (Rua Vicente Magaglio, 50 – Anhangabaú  Jundiaí (11) 3395-2300), aos cuidados da área de Desenvolvimento Social (Roberto Araújo, Daniel Pólo, Fausto Gentile ou Julio Cintrão).

  Desde já agradecemos a solidariedade de todos.

  Grande abraço

  Julio Cintrão
  Senac Jundiaí
  Senac São Paulo

Melhores Práticas na Gestão de Organizações Sociais


Workshop_aula_versãoinicial_BH_out12_baixa

Olá pessoal,

A Alavanca Social, além das atividades que todos conhecem, todas elas em prol do Terceiro Setor e outras áreas de ação, através das parcerias, tem apresentado ótimos resultados nas campanhas empreendidas com pessoas, organizações e empresas neste formato. Uma delas e já comentada anteriormente, é a parceria com as organizações ATN – Associação Telecentro de Informações e Negócios – ATN e a Techsoup Brasil.

Vejam a seguir a íntegra da publicação das ações desta parceria, feita no site da Techsoup Brasil:

Escrito por TechSoup Brasil em janeiro 22, 2013

Este projeto, idealizado pela parceria entre IBM e Associação Telecentro de Informação e Negócios – ATN vem oferecer serviços essenciais em tecnologia para toda a sua grande rede de afiliados e contatos, como as Organizações Sociais em todo o território nacional, a fim de capacitá-las e prepará-las para um novo contexto.

Os principais objetivos do projeto são:

• Melhorar a eficiência das ONGs sobre as competências de gestão;
• Fazer a conexão das organizações sem fins lucrativos em uma rede, a fim de promover o intercâmbio de melhores práticas e, potencialmente, criar oportunidades de negócios entre si;
• Alavancar o uso destas ferramentas para ONGs no território brasileiro.

Inicialmente o projeto prevê a realização de workshops em 10 cidades brasileiras, como primeiro passo para a capacitação em práticas de gestão, sendo realizado em paralelo um curso à distância com este mesmo conteúdo e duração de 40 horas, como forma de reforçar os conceitos comentados nos eventos e estimular a todos os participantes a participação da Rede Colaborativa IBM Connections, com a coordenação da ATN, que vem para unir e permitir a interação entre todas as organizações sociais.

 A realização dos workshops presenciais, conta com apoio da empresa Alavanca Social, através de seu mentor Marcelo Rachid de Paula, conhecedor de técnicas de gestão, captação de recursos, elaboração de projetos, comunicação e eventos. Em cada uma das cidades escolhidas, o projeto conta com o apoio dos parceiros locais.

 O projeto tem duração indefinida, sendo necessários somente ajustes de acordo com o andamento e atividades.

Seja bem vindo!

 Licenciamento fornecidos por Alavanca Social

CAPSad: atenção e tratamento no enfrentamento ao Crack


Este slideshow necessita de JavaScript.

Postado por Rede de Mobilização Social

Você sabe o que é um Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e Drogas, o CAPSad? É uma unidade de saúde que atende usuários de álcool e drogas e apoia as suas famílias. O Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas, criado pelo Governo Federal, em parceria com estados e municípios, investe para ampliar o número de CAPSad.  Hoje, são mais de 200 Centros em funcionamento em todo o país.

Os CAPSad foram criados a partir da reforma psiquiátrica no Brasil. Buscam humanizar o tratamento, evitando a internação constante dos pacientes.  O objetivo é reconduzir o usuário de crack, álcool e outras drogas ao convívio social. No CAPSad o usuário é assistido mas não fica isolado da sociedade. Continua tendo acesso ao trabalho, lazer e ao convívio social e familiar. Os profissionais dos Centros também oferecem assistência e apoio aos familiares do paciente.

A sua cidade já dispõe desse atendimento. Procure as informações na Secretaria Municipal de Saúde. Para orientação sobre drogas, consulte o serviço de atendimento telefônico gratuito: o VivaVoz – 132 ou o Portal Enfrentando o Crack.

Participe dessa mobilização! Converse com familiares, amigos, membros da sua comunidade. Crack, é possível vencer.