Captar Recursos no Terceiro Setor é difícil? Parte 4


Group of multi racial business people looking up at copyspace

Relembrando os momentos da parte 1, onde destacamos a insegurança pessoal e a falta de capacitação como alguns dos principais fatores da dificuldade das pessoas em realizar o planejamento e execução de campanhas de Captação de Recursos e dos momentos  da parte 2, onde destacamos a fase do sonhar, idealizar, estar preparado e iniciar a elaboração dos passos principais necessários para as definições, planejamento e execução dos processos de captação. Já na parte 3, falamos do Perfil, Características e Habilidades do Captador de Recursos e preparação para o planejamento, ingredientes importantes para o inicio do trabalho.

Neste artigo falaremos do inicio e realização do planejamento como uma das etapas principais de preparação para colocar a sua campanha em ação. Não importa o tamanho da campanha, não importa se o recurso necessário é pequeno ou grande, não importa o tamanho da Organização e/ou quantidade de colaboradores, o cuidado e realização do planejamento torna-se peça-chave para o desenvolvimento e sucesso da campanha.

O que eu desejo? Que tipo de recurso eu necessito? Para que eu preciso deste recurso? De que maneira eu irei consegui-lo? Como irei utilizá-lo em meus projetos? Onde serão utilizados? Quais serão os custos desta campanha? Tenho pessoas capacitadas para a tarefa? Quem coordenará os processos?

Estas e outras perguntas podem ser feitas para a construção do planejamento, lembrando mais uma vez que as buscas devem sempre levar em consideração a real necessidade da organização e seus resultados, e não fazê-lo apenas por fazer. Não importa se o recurso é humano, material ou financeiro, todos tem grande importância no contexto e missão da organização e devem ser planejados com sabedoria para que sejam bem utilizados nas diversas etapas de realização dos projetos.

O Planejamento trabalha os seguintes aspectos: Preparação e Diagnóstico, Planejamento de Tarefas, Execução / Realização e Avaliação. 

Neste artigo estaremos falando sobre Preparação / Diagnóstico e Planejamento de Tarefas

diagnostico 

 Preparação e Diagnóstico

A criação de um grupo multidisciplinar e capacitado é peça fundamental para esta importante atividade, bem como a pessoa que fará a coordenação do inicio ao fim.

Saber o que se deseja e onde serão utilizados são fatores fundamentais para este estudo. Enxergar a realidade da organização, conhecer seus pontos fortes e fracos, oportunidades e ameaças à sua existência, são fundamentais para o desenvolvimento desta fase.  Se não conhecemos nossa própria necessidade e deficiências, como projetar para o futuro criando oportunidades através de nossas capacidades pessoais e de mercado?

O diagnóstico é fundamental, pois nos permite visualizar o momento presente e projetarmos o próximo, preenchendo as lacunas necessárias dentro da organização.

Saber se terão pessoas preparadas para a tarefa de captação de recursos e posteriormente fazer a condução dos processos até a utilização e prestação de contas, torna-se um ingrediente de extrema importância para o resultado final. Neste contexto é essencial terem a pessoa melhor capacitada para a tarefa e com habilidades necessárias para a coordenação de todos os processos e todas as etapas, que fará a intermediação entre os colaboradores e a alta direção da organização, a qual deve permitir condições para todos realizem suas tarefas de forma total.

business_idea

Planejamento das Ações

Elaborado o diagnóstico, inicia-se a fase de planejamento de etapas e atividades que comporão a campanha, bem como a manutenção e cuidados para que ela possa ser um sucesso e ser avaliada em sua realização e resultados.

Esta parte do planejamento nunca deve ser feita apenas por uma pessoa ou apenas os expoentes da organização. Todos devem ser ouvidos e devem ter a oportunidade de darem suas opiniões e visão de cada um das reais necessidades da organização, sob pena de deixar de lado situações importantíssimas no momento de definir os passos para a realização da campanha. Todas as ideias e opiniões tem valor neste momento e depois na sua manutenção.

A missão, objetivos e visão do futuro devem estar perfeitamente alinhados a cada etapa ou tarefa criada neste momento, pois, se forem deixados de lado pode inviabilizar a campanha e muitas vezes até prejudicar a imagem da organização.

Definir responsáveis para cada etapa ou tarefa é muito bom para evitar acúmulo de trabalho de poucos e desta maneira prevenir-se contra atropelos e atrasos nos cronogramas de realização.

Cada objetivo, etapa e atividades definidas serão determinantes para que tudo se realize por completo e tenha maiores possibilidades de sucesso. Saber o que quer e onde deseja estar no presente e num futuro próximo ajuda nestas definições e colabora no resultado final que a organização precisa para seus projetos e sua própria sustentabilidade.

O planejamento deve ser feito com carinho, atenção, cuidados e muito estudo antes de ser colocado em prática, pois vai influenciar decisivamente nos resultados da campanha. O grupo responsável pela elaboração e realização das tarefas deve estar sempre em sintonia e acompanhar e monitorar cada passo como forma de evitar retrabalhos e atrasos nos cronogramas de execução.

Estabelecer cronograma para todas as atividades é poder ver onde cada um deve chegar e realizar para o cumprimento ideal de todas as tarefas.

Definir onde buscar os recursos e como serão tomadas ações nesta direção, bem como a investigação sobre as melhores possibilidades, podem garantir boas chances de sucesso nesta empreitada.

Presidência, Diretoria, Conselheiros devem ser parte integrante nas decisões e providências que serão tomadas para facilitar esta busca.

Reconhecimento!

Valorize cada conhecimento, capacidade e opinião dentro da organização!

As chances de sucesso serão maiores!

——————————————————————————–

Bom pessoal, hoje falaremos até esta parte.

No próximo artigo trataremos da Execução deste planejamento e a Avaliação, tão necessária à melhor condução dos processos e atividades.

Até lá pessoal! Sejam bem vindos á Alavanca Social e Instituto Sabedoria.

Esperamos que este artigo possa ajuda-la(o) em sua tarefas diárias.

Um grande abraço a todos e sucesso!

——————————————————————————–

Conheça nossas PROMOÇÕES e DESCONTOS, faça já a sua PRÉ-INSCRIÇÃO em nossos cursos e promova EVENTOS conosco!

——————————————————————————–

 

Pós-Graduação na FESPSP: uma academia de ideias


SP_FESPSP_FOTO

Olá pessoal! Eu Recomendo!

Sempre um grande prazer falar dos cursos de pós-graduação da Fespsp!

Cursos ótimos, sendo todos preparados e direcionados para as necessidades atuais do mundo profissional, sendo um instrumento importante de transformação pessoal para todos que participam.

Vejam a seguir as chamadas de alguns deles:

GA

————————————————————————

GID

————————————————————————-

GSI

 

Captar recursos no Terceiro Setor é difícil? Parte 2


Etapa de Preparação e Pesquisa

Olá pessoal!

Relembrando os momentos da parte 1, onde destacamos a insegurança pessoal e a capacitação como alguns dos principais fatores da dificuldade das pessoas em realizar o planejamento e execução de campanhas de Captação de Recursos.

Hoje vamos falar sobre assuntos muito importantes neste processo de construção de uma boa campanha, que é a fase de sonhar, idealizar, estar preparado e iniciar a elaboração dos passos principais necessários para as definições, planejamento e execução dos processos de captação.

ideia

Tudo se inicia com um sonho, uma ideia, uma possibilidade, um desejo. Não importa se trata-se de algo pequeno ou grande, tudo é importante dentro do contexto que procura-se dar forma.

O próximo passo é colocar essa ideia inicial no papel e a partir daí fazer as seguintes perguntas a si mesmo:

  • É possível de ser realizado?
  • Tenho estrutura para torna-lo realidade?
  • Tenho recursos suficientes?
  • Estou preparado para desenvolvê-lo?
  • Preciso de capacitação?

A partir das respostas, saberá se tem condições de dar sequência e caso sinta que é possível inicie uma nova série de perguntas a você mesmo:

  • O que eu farei?
  • Qual o objetivo?
  • Porque eu farei?
  • Qual será o local e público alvo?
  • Como será feito e que recursos necessitarei?
  • Quais serão os custos?

Estas respostas ainda serão genéricas, mas nortearão os próximos passos dos processos seguintes.

Research-with-Focus-People

Não se constrói nada sozinho. A participação de outras pessoas interessadas no projeto será fundamental para que tudo comece a tomar forma, e bem definido e planejado, possa gerar os frutos necessários para sua realização e sucesso.

A opinião de cada um é importantíssima para a definição de todas as necessidades e recursos. Nada ou ninguém deve ser deixado de fora, do mais humilde até o mais alto cargo da organização, principalmente no momento de definição de responsabilidades e dos detalhes do plano de captação dos recursos.

pensando em recursos

Lembro sempre que, apesar da grande maioria pensar somente no recurso financeiro como principal fonte para a condução dos projetos, será fundamental que a visão dos gestores das organizações e responsável pela captação de recursos, seja sempre de planejar esta atividade para a obtenção também de recursos humanos e materiais, pois a somatória dos três recursos é que se encontra a solução de tudo o que é necessário para a sua realização e resultados. Neste quesito, no momento de planejar uma campanha de captação de recursos, sempre coloco os recursos na seguinte ordem de importância: Humano (sem ele nada evolui), material (estrutura) e financeiro para manter tudo.

shutterstock_

Deve-se salientar também, que será extremamente importante ter alguém diretamente responsável pela captação dos recursos, do inicio ao fim dos processos e que será determinante para a condução, coordenação, desenvolvimento/acompanhamento e avaliação. Esta pessoa é que irá conduzir todos os passos do plano em todas as etapas até a sua conclusão. Quanto mais capacitado e preparado para esta tarefa, maiores serão as possibilidades de sucesso.

study_group_students_university_library

A seguir inicia-se um processo que vai durar quase que o tempo todo do desenvolvimento do plano de captação, que é a etapa de pesquisas e estudo sobre o que se deseja fazer. É neste momento que se idealizam as possibilidades, a missão ou objetivo geral e visão do projeto, os principais recursos humanos, materiais e financeiros, definição do grupo de trabalho, definição de responsabilidades, a estrutura mínima necessária para sua execução, custos envolvidos em todas as fases e resultados desejados.

Esta fase também é ainda de definições, porém, importantes para a realização do planejamento da campanha de captação de recursos.

A preparação é fundamental para o inicio do planejamento, suas fases, etapas e atividades, a qual será objeto da parte final destas postagens. Esperamos que as informações de hoje possam ajuda-las(os) na realização da tarefas.

Em nosso próximo post estaremos falando um pouco sobre as características e perfil ideal para a condução e participação na atividade de captação de recursos.

——————————————————–

INSCREVA-SE em nossos CURSOS e promova EVENTOS conosco!

——————————————————–

Captar recursos no Terceiro Setor é difícil? Parte 1


Planning

Olá pessoal!

Quero, através deste artigo, mostrar a vocês algumas situações e experiências relacionadas à prática de captar recursos para projetos e organizações sociais, pois entendo que modelos são necessários para que possamos ir nos moldando a uma nova realidade e assim estarmos preparados para ela. Entendo a capacitação pessoal, depois do pensamento e desejo de realização, como uma das mais poderosas ferramentas para que tudo possa ser idealizado e em seguida colocado em prática e execução. Por isso recomendo sempre aos meus alunos e pessoas que nos procuram, que procurem ler, estudar, pesquisar, escrever e tudo o que puder dar uma melhor condição para as nossas tarefas diárias.

Na captação de recursos não é diferente e estar preparado para ela demanda pesquisa, estudo, observação dos fatos, planejamento, conhecimento da área e das pessoas, definições de estratégias, etc. Complicado? Creio que não, principalmente quando você se permite realizar as tarefas de forma ordenada e calma, como forma de abranger o assunto em sua totalidade, focada na sua execução e resultados, ou seja, uma coisa de cada vez, porém, com foco e desejo de que tudo seja para o melhor.

Thinking business woman looking up on speech empty bubble isolated on white background

Em meus cursos, trabalho e contatos com as pessoas percebo na maioria da vezes a insegurança como um dos principais fatores de dificuldade na realização das tarefas, comprometendo o resultado que deseja-se atingir e na grande maioria das vezes percebe-se potenciais claros de entendimento dessas pessoas na realização daquelas tarefas, mesmo não possuindo o conhecimento do assunto. O que quero dizer é que nascemos, crescemos, somos educados através de padrões e comportamentos que nos levam a imaginar situações limitantes que nos impedem de prosseguir e no momento que nos deparamos com determinadas situações não colocamos o nosso conhecimento como forma de entender e buscar a melhor maneira de se preparar para realizá-lo e simplesmente não o realizamos pela insegurança de não estarmos preparados para elas. Vou dar um exemplo claro disso que estou falando: imagine alguém te pedindo para fazer o planejamento de alguma ação ou atividade. Quando não nos emponderamos dessa realidade, nos bloqueamos e não nos permitimos desenvolvê-la e a consequência será a dúvida e dificuldade na realização da tarefa. Neste caso, quando essas pessoas ouvem a palavra “planejamento” logo imaginam algo difícil de realizar e neste momento bloqueiam toda a sua capacidade.

Planejamos o tempo todo, desde o momento que acordamos até a hora em que vamos nos deitar para o descanso merecido e necessário. Quando estamos escrevendo nossas ações em nossas agendas, quando estamos decidindo que roupa vamos usar naquele dia, definindo qual a nossa rotina, etc., estamos planejando cada passo que pretendemos dar e fazemos tudo isso de uma forma muito natural.

Quando conseguimos aliar esta capacidade natural com a capacitação adquirida através de estudo e pesquisas, percebemos que tudo se torna mais leve e tranquilo em sua realização.

Na captação de recursos não é diferente e é necessária sua atenção, foco, pesquisa, estudos, entendimento e diagnósticos para iniciar seu planejamento e posteriormente sua execução. Quando estou conversando com pessoas em organizações, aulas e eventos, algumas das principais afirmações que eu ouço são: “Como captar recursos? Tudo é tão difícil! Não tenho pessoal capacitado! Não consigo fazer devido a falta de tempo!  E assim por diante….

Se perceberam, elas preferem colocar à frente suas inseguranças e medos na linha de frente, estabelecendo bloqueios para sua realização e ficam o tempo todo com dificuldades para obter recursos para seus projetos e infelizmente, em muitos casos, encerram as atividades devido a esta dificuldade.

Hoje estou apenas fazendo uma breve introdução dos fatos para seu entendimento. Nossos próximos artigos estarão sendo colocados aqui no site dando sequência neste assunto, com dicas importantes para que possam realizar suas tarefas nesta e em outras áreas de maneira mais natural e com excelentes resultados, se assim você se permitir.

Um detalhe importantíssimo neste processo: procure desenvolver sempre em conjunto com outras pessoas, pois é importante conhecer todas as expertises e conhecimentos que elas possuem para que o planejamento tenha maiores possibilidades de sucesso.

Group of multi racial business people looking up at copyspace

Um novo olhar…

Portanto, mude seu olhar, confie nos seus talentos e coloque todo o seu potencial para fora e transforme a você, o projetos, a organização, as pessoas envolvidas, a comunidade, etc., e possibilite a mudança .esperada por todos

Até o próximo artigo pessoal! Um ótimo final de semana a todos!

Estudo mostra que morar perto de árvores reduz casos de depressão


Alavanca Social e Instituto Sabedoria

“Juntos promovendo soluções e conhecimentos para seu sucesso!”

Olá pessoal

Vamos compartilhar hoje com vocês uma informação muito legal publicada na Redação Ciclo Vivo.

Pesquisa interessante feita no Reino Unido e com resultados muito bons para as pessoas.

Boa leitura!

Morar perto de arvores

Pesquisadores do Instituto de Medicina da Universidade de Exeter, no Reino Unido, desenvolveram um estudo que relaciona a arborização com a saúde mental. Segundo os especialistas, quanto mais árvores, menos quadros de depressão são identificados.

O estudo “Paisagem e Urbanismo” foi publicado na revista científica Science Direct. Os dados analisados pelos pesquisadores foram coletados em Londres, no período de 2009 a 2010. Entre as informações consideradas estão a quantidade de árvores nas proximidades das casas dos pacientes e as informações médicas acerca da saúde mental de cada um. Além disso, variáveis como as condições sociais, tabagismo e idade também entraram nas análises.

Para a pesquisa foram usadas apenas as informações sobre a quantidade de árvores na rua, na proximidade das residências. Os parques e outros espaços públicos de lazer não foram validados. A proposta era avaliar o impacto que a natureza em meio urbano pode ter sobre as pessoas.

Ao cruzar as informações, os pesquisadores identificaram: 40 árvores por quilômetro quadrado, com uma prescrição de antidepressivos que varia de 358 a 578 a cada mil pessoas. Nos locais com maior densidade de árvores, as taxas de prescrição médica para remédios antidepressivos foi menor.

De acordo com o estudo, para cada árvore adicional houve 1,38 menos prescrições para a população. Quando todas as variáveis foram consideradas, a redução foi um pouco menor, de 1,18.

Mesmo com números positivos, os pesquisadores não podem garantir que essa melhoria seja realmente causada pela quantidade de árvores. O que se estima é que locais com a paisagem mais verde estimulam as pessoas a praticarem mais atividades físicas, a interagirem com a comunidade, entre outras coisas que proporcionam maior saúde e bem-estar.

Redação CicloVivo

Curso COMO FUNDAR ONGS em Caieiras


Capa Inst.Sabedoria

INSTITUTO SABEDORIA: COMPARTILHANDO INFORMAÇÕES PARA VOCÊ VENCER!

Olá pessoal!

Acessem nossa área Instituto Sabedoria e vejam notícia sobre curso

COMO FUNDAR ONGS: ASPECTOS ESTRUTURAIS E LEGALIZAÇÃO.

WP_20141214_011

Vejam algumas fotos do evento!

Também agradecemos ao Instituto ProBono e ao Instituto Filantropia pela disponibilização do novíssimo Manual do Terceiro Setor e exemplar da Revista Filantropia, que foram entregues aos alunos.

Faça já a sua inscrição para nossos cursos!

ou

Acesse nossa página Contato e faça já a sua reserva para a próxima turma!

Uma breve homenagem aos professores


Olá pessoal!

Fazer comentários ou falar sobre professores, é para mim uma tarefa muito fácil.

Apesar de não ter feito cursos de pedagogia ou preparação similar, a partir dos meus 50 anos Deus e a vida me impulsionou nesta direção, me apresentando a esta prática maravilhosa praticada por milhões de pessoas pelo mundo todo, levando conhecimentos, compartilhando informações e colocando toda a sua experiência na formação de pessoas, sempre com o objetivo de torná-las mais capazes de realizarem seus sonhos e desejos de forma mais segura e tranquila.

Aprendi a amar esta profissão e mesmo tendo me especializado em uma área específica, pude agregar a minha experiência e vivências nesta área, me permitindo compartilhar com as pessoas, o meu saber e possibilitando o seu crescimento e oferecendo novas opções para escolhas e decisões em suas vidas.

Oxalá Deus me permita continuar nesta atividade!

UM ÓTIMO DIA PARA TODOS OS PROFESSORES DO MUNDO!

dia-dos-professores2

Boas Práticas na Gestão de Organizações Sociais. Vejam momentos dos eventos!


Olá pessoal!

O programa ATN / IBM continua em diversas partes do Brasil e a Alavanca Social, juntamente com os parceiros locais em cada uma das cidades onde o evento se realizou, pode compartilhar seus conhecimentos e experiências a todas as pessoas que estiveram presentes.

Hoje estaremos mostrando algumas fotos dos eventos de Belém-PA e Vitória-ES, onde houve uma ótima participação e pessoas ativas que também colaboraram com o sucesso dos eventos através de suas experiências pessoais e profissionais.

Vejam a seguir algumas fotos dos eventos:

Belém-PA

DSCN1132

DSCN1133 DSCN1199

Vitória-ES

DSC03085 DSC03086 DSC03107

Agradecimentos a todos que fizeram parte em cada um desses eventos.

Em 2013, se Deus assim permitir, estaremos de volta com novos eventos e formatos.