APAESP ABRE 2 NOVAS VAGAS DE TRABALHO


logo apae sp

Olá pessoal,

A APAE SÃO PAULO abriu 2 novas vagas de trabalho.

Para acessarem as informações favor clicar no link abaixo:

APAESP ABRE 2 NOVAS VAGAS DE TRABALHO

Desejamos sorte em sua busca!

====================================

FAÇA A SUA PRÉ-INSCRIÇÃO E GARANTA SUA PARTICIPAÇÃO EM NOSSOS CURSOS!

====================================

 

Anúncios

Captação de Recursos no Terceiro Setor é difícil? Parte 5


Business

Relembrando os momentos da parte 1, onde destacamos a insegurança pessoal e a falta de capacitação como alguns dos principais fatores da dificuldade das pessoas em realizar o planejamento e execução de campanhas de Captação de Recursos e dos momentos  da parte 2, onde destacamos a fase do sonhar, idealizar, estar preparado e iniciar a elaboração dos passos principais necessários para as definições, planejamento e execução dos processos de captação. Já na parte 3, falamos do Perfil, Características e Habilidades do Captador de Recursos e preparação para o planejamento, ingredientes importantes para o inicio do trabalho. Na parte 4 comentamos sobre a realização do planejamento como uma das etapas principais de preparação para colocar a sua campanha em ação.

Nesta nova publicação estaremos falando sobre a etapa de execução do planejamento feito para a captação de recursos.

Aula 1_slide ciclo plan

Execução de Tarefas

Inicia-se a etapa de maior importância nas campanhas de captação de recursos. Este é o momento em que você estará colocando em prática tudo o que idealizou, visualizou e planejou como capaz de atender a todas as necessidades de sua organização e/ou projeto.

Neste momento você já definiu todos os passos, pessoas que ficarão responsáveis pelas tarefas e cronogramas de realização. Muito importante já ter também um cronograma de reuniões periódicas que permitirão saber qual o andamento das atividades, como estão se desenvolvendo e seus resultados.

Lembra-se que na etapa anterior, baseados na Missão, Objetivo principal, Visão e Valores, você e o grupo de apoio desenvolveram todos os Objetivos Específicos, Etapas e Atividades? Agora é o momento de colocá-los em prática! Os Planos de Ação serão o guia para que tudo aconteça da forma planejada.

Para que esta fase seja desenvolvida com sucesso é importante que as pessoas envolvidas na realização das tarefas tenham pleno conhecimento do projeto, conheçam bem a missão da organização e as realize com muito amor acreditando em seu resultado.

asian business woman building a puzzle over a white background

Neste período, a presença do Coordenador da Campanha será importantíssima, não só no acompanhamento e direcionamento das ações, mas principalmente dando apoio e motivando todos os envolvidos.

Vale ressaltar também que, independente de quem faça parte do grupo de apoio, todas as outras pessoas da organização e/ou projeto são importantes, pois colaborarão na execução das tarefas, seja através de pesquisas, consultas e até a participação direta em algumas atividades.

Todas as pessoas que fazem parte dos processos são importantíssimas, pois são a base de todas as realizações. Alto Comando, líderes de áreas da organização e pessoas que atuam nas rotinas operacionais devem estar presentes e colaborando para que tudo se realize com sucesso.

Tudo deve estar em consonância com o planejamento feito, desde um contato de alto nível com Empresários e Poder Público, onde a participação do alto comando da organização e coordenador é indispensável para que as possibilidades de apoio e parcerias seja uma realidade a curto, médio e longo prazo, até contatos e tarefas mais simples, mas igualmente importantes, pois completam o todo.

As pessoas que ficarem responsáveis pelas tarefas devem tomar sempre o cuidado de se reportar ao coordenador sobre o andamento e resultados de sua tarefa, e caso esteja tendo dificuldades, não esperar as reuniões  de acompanhamento para isso, pois pode afetar o cronograma previsto de realizações. Caso sejam encontradas dificuldades, cabe ao coordenador, juntamente com o grupo de apoio, avaliar imediatamente os fatos e redefinirem os rumos, se necessário.

Outra ação importante nesta fase é a elaboração de relatórios em dois passos:

1) Preliminar emitido por cada um dos responsáveis pelas tarefas.

2) Final, emitido pelo coordenador que servirá de base de informações para que todas as pessoas da organização tomem conhecimento do andamento da campanha.

Vale salientar que além do amor ao projeto são importantes ingredientes como a seriedade e comprometimento pela causa que estão defendendo como premissa principal, gerando assim uma onda de otimismo em todas as realizações.

Monitoramento constante em todas as etapas é necessário!

Imagem_planejamento

Reuniões de Acompanhamento e Avaliações Preliminares

Etapa de suma importância que irá permitir ao coordenador e grupo de apoio acompanharem o andamento de todas as etapas e atividades de maneira mais organizada e capazes de mudar o rumo da campanha de Captação de Recursos, podendo promover algumas mudanças quando necessárias.

Apesar de haver uma etapa de Avaliação Final após todas as atividades, Avaliações Preliminares podem e devem ser feitas em qualquer instante, podendo redirecionar caminhos e resultados do planejamento feito.

Também podemos mencionar uma ação importante nestas reuniões, que é o registro de todos os fatos (sucessos e insucessos) que permitirão na última fase do Planejamento (Avaliação Final) estabelecer métricas e/ou indicadores que colaborarão nesta e em campanhas futuras.

Bom, é isso pessoal!

No próximo artigo falaremos da fase de Avaliação Final, quando todas as atividades que foram colocadas em prática serão analisadas e registradas, servindo de base para o redirecionamento e replanejamento em algumas ações que não deram certo, como deixar informações que poderão ser utilizadas em planejamentos futuros.

Até lá!

Captar Recursos no Terceiro Setor é difícil? Parte 3


Bom dia pessoal!

Feliz por estar com vocês novamente e dando sequência em nossa conversa sobre captação de recursos no terceiro setor.

Relembrando os momentos da parte 1, onde destacamos a insegurança pessoal e a falta de capacitação como alguns dos principais fatores da dificuldade das pessoas em realizar o planejamento e execução de campanhas de Captação de Recursos e dos momentos  da parte 2, onde destacamos a fase do sonhar, idealizar, estar preparado e iniciar a elaboração dos passos principais necessários para as definições, planejamento e execução dos processos de captação.

Hoje estamos trazendo a vocês aspectos que complementam as informações anteriores, sendo o perfil e principais características do captador importantíssimas para melhorar as possibilidades de sucesso em campanhas de captação de recursos. Isto não significa que esta importante atividade deva ser realizada apenas por alguns privilegiados, mas que quanto melhor for a sua preparação e habilidades, melhor será o resultado.

Todos têm condições de realizar a tarefa e sempre digo aos alunos e pessoas que nos acompanham que apesar de não possuirmos o perfil ideal, podemos fazer parte de uma equipe onde as habilidades e dom de cada um se complementa para conseguir atingir objetivos, mas é inegável que o líder deve ter conhecimentos e dons que o levem a conduzir as tarefas até sua finalização, e estar capacitado e preparado é fundamental.

perfil

Literaturas que eu já li, cursos que já participei, eventos, etc., indicam algumas características muito importantes para que o captador possa desenvolver com segurança suas atribuições e responsabilidades, sendo fundamental ter, senão na totalidade, a maior parte destas condições em seu currículo pessoal e profissional.

Dentre as características principais destacamos algumas como:

Perfil, Características e Habilidades do Captador de Recursos (Pequeno resumo)

  • Formação em Administração, Relações Públicas, Marketing, etc. (Sugestões).
  • Ter a facilidade em comunicar-se pessoalmente, ao telefone e na escrita.
  • Saber planejar, ser flexível, ter bom senso e sem deixar objetivos de lado.
  • Ser apaixonado pelo que faz e pela causa em todas as etapas do trabalho.
  • Ser criativo no planejamento das ações.
  • Saber delegar responsabilidades.
  • Interessante possuir conhecimentos em inglês.
  • Filiar-se a outras ONGs para acompanhar a evolução dos projetos.
  • Busca do conhecimento constante através de novos cursos e leituras.
  • Saber elaborar Projetos.
  • Saber coordenar equipes de trabalho.
  • Conhecer a fundo a Missão, principais objetivos e projetos da organização.
  • Atualização diária através dos meios de comunicação.
  • Participar constantemente de eventos correlacionados.
  • Conversar com pessoas experientes em sua área de ação.
  • Sua relação interpessoal deve ser um dos pontos fortes nas relações humanas.
  • Realizar pesquisas constantes, sempre em busca de novas formas de captação.
  • Ser transparente e ter respeito pela instituição e pessoas envolvidas, sejam elas da equipe ou doadores.
  • Ser paciente em todas as etapas de trabalho.
  • A persistência e perseverança são fatores de empuxo para unir a equipe.
  • Gostar de pessoas.

reunião captação

Os resultados sempre serão obtidos a partir da participação efetiva de todos os envolvidos, desde as pessoas que ocupam altos postos dentro da organização, como àqueles que realizam as tarefas mais humildes. Todos são importantes e ter a visão de importância de cada um deles é essencial para a melhor condução dos processos.

captação_eu conheco meu investidor

Além do perfil, é importante o captador perceber e se preparar em algumas ações fundamentais antes de iniciar uma campanha, sendo todas elas resultado do conhecimento e perfil desejados na coordenação das atividades. Neste quesito destacamos algumas muito importantes e que farão parte do planejamento da campanha:

  • Antes de entrar em contato com um provável doador, procure conhecer o máximo possível sobre ele;
  • Idealizar um Plano de Comunicação e abordagem adequadas a cada situação;
  • Resumo contendo os destaques e sucessos;
  • Criar uma apresentação institucional e do projeto;
  • Saber interpretar as principais exigências e características de editais;
  • Saber da importância dos recursos na execução dos projetos;
  • Nunca” consiga somente uma fonte de recursos, pois, caso o doador cesse sua colaboração, a organização terá problemas para continuar o projeto;
  • Ter bons conhecimentos da legislação vigente.

Poderíamos relacionar muitas outras ações importantes e isto será feito em nosso próximo bate-papo, onde destacaremos algumas dicas importantes para que tudo se realize por completo e com sucesso, teremos a oportunidade de falar com mais detalhes sobre cada uma delas.

Esperamos que as informações possam ajuda-la(o) na reflexão das ideias e possibilidades e os ajudem a conseguir planejar e executar ações para a obtenção dos recursos necessários e importantes para seus projetos.

Sintam-se à vontade para comentar e solicitar informações em casos de dúvidas e até sugestões para nossos próximos artigos.

Até lá pessoal! Sejam bem vindos á Alavanca Social e Instituto Sabedoria.

——————————————————————

Faça já a sua PRÉ-INSCRIÇÃO em nossos cursos e promova EVENTOS conosco!

——————————————————————