Parceria entre a Microsoft e Secretaria Estadual de Educação oferecem gratuitamente 5 programas para estudo e ensino


alunos em sala de aula

Olá pessoal! Replicando postagem do Instituto Sabedoria!

Fonte: www.educacao.sp.gov.br/

Parceria com a Microsoft oferece download gratuito do novo Office 365 a todos os alunos da rede

Os alunos da rede estadual paulista podem aproveitar as férias para organizar arquivos digitais que facilitam o estudo dentro e fora de sala de aula. Em parceria com a Microsoft, a Educação permite o download gratuito de cinco licenças do Office 365: Word, Excel, Power Point e Outlook são alguns dos programas disponíveis, e gratuitos, aos 3,8 milhões de estudantes do Ensino Fundamental (ciclo I e II),Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Siga a Secretaria da Educação no Twitter e noFacebook

Para ter acesso ao pacote é preciso antes fazer um cadastro na página da Secretaria Escolar Digital (SED) e criar um novo endereço de e-mail. Com esse registro, as assinaturas podem ser realizadas em até cinco dispositivos diferentes seja computador pessoal, tablete e/ou celular. O uso é livre e não depende de quaisquer outras autorizações.

Veja a seguir as vantagens de cada programa, como utilizá-los em tarefas escolares e melhorar o desempenho dos estudantes em sala de aula:

Word

Programa mais popular do pacote Office, o Word é um editor de texto. Ideal para redigir trabalhos de pesquisa, anotações em sala de aula e resumos de capítulos. As formatações mais recomendadas são Arial, Courier e Times New Roman (tamanho 12).

Power Point

Esqueça os cartazes de cartolina ou papel pardo. Com o Power Point é possível criar apresentações mais criativas e com destaque ao conteúdo. A versão do Office 365 permite adicionar sons e vídeos, além de imagens e textos.

Outlook

Mais do que uma caixa de mensagens, o Outlook é também agenda de contatos e calendário. Marque as datas de provas, entregas de trabalho e atividades extraclasses em um único lugar. Não esqueça de habilitar os alertas para não perder nenhum compromisso.

Skype

Reuniões de grupo, às vezes, esbarram no problema: distância. Com o Skype, alunos em diferentes lugares (em casa, no trabalho, na escola) podem discutir etapas de um trabalho ou até tirar dúvidas antes das provas.

OneDrive

Armazene em um só lugar textos, imagens e vídeos. Mais do que economizar espaço, o OneDrive evita a famosa frase “professor, esqueci o material em casa”. Basta garantir o acesso à internet que todas as informações salvas nos dispositivos são recuperadas.

Convite para Curso de Gestão Cultural na Fesp-SP – Faça já sua inscrição e reserve sua participação!


Olá pessoal,

A Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – Fesp, sempre preocupada em oferecer os melhores conteúdos e informações para a capacitação das pessoas, está convidando a todos para participarem do Curso INTRODUÇÃO À GESTÃO CULTURAL.

O curso é o 1º Módulo de três que compõem o tema Gestão Cultural. Introduz conteúdos básicos e técnicas que permeiam o trabalho de um gestor cultural. Sua estrutura desenvolve-se sob três campos do conhecimento: arte educação, comunicação e o da informação, os quais estão distribuídos em cinco temas. Finaliza com a pontuação de conceitos básicos para a elaboração de um plano de ação cultural.

Para aqueles que já tem atuações nesta área e desejam se aprimorar em alguns contextos, podem estar escolhendo qual módulo participar, focando apenas na sua necessidade. Para aqueles que desejam conhecer e atuar nesta área, sugerimos fazer os 3 módulos

Este curso foi idealizado por um grupo de docentes excelentes, todos especialistas em suas áreas de ação e atualizados nos principais contextos culturais existentes no país, facilitando o entendimento dos aspectos que envolvem a Gestão Cultural.

A Alavanca Social, através de Marcelo Rachid de Paula estará responsável para a aula sobre Captação de Recursos.

Para alunos da Fesp são concedidos descontos especiais. Para ex-alunos, instituições conveniadas e funcionários da prefeitura e dependentes também é concedido ótimo desconto.

Para conhecerem mais detalhes sobre o 1º MÓDULO, acessem http://www.fespsp.org.br/extensao/matriculas-abertas/introducao-a-gestao-cultural.

Faça já a sua matrícula: http://www.fespsp.org.br/fespsp-inscricao/extensao

Veja a seguir a divulgação do evento:

Folder Curso Cultural Fesp

Alavanca Social convidada para falar sobre Captação de Recursos no Pesc Fea Usp


feausp

A convite da direção do Pesc Fea Usp, a Alavanca Social estará ministrando uma palestra aos alunos sobre Captação de Recursos no Terceiro Setor.

O convite partiu da Diretora de Projetos Tamara Rodrigues, que, sempre preocupada em levar assuntos que agreguem o conteúdo oferecido pela universidade, pensou num tema que é de grande interesse dentro do terceiro setor, pois movimenta projetos e ações dentro das comunidades por todo o Brasil.

O conteúdo da palestra tratará dos principais aspectos que envolvem esta atividade, tendo a preparação e planejamento como fatores fundamentais para o sucesso das campanhas que as organizações sociais empreendem na busca da sustentabilidade em todos os seus projetos.

O evento acontecerá no dia 28/05/13, às 11:15 e terá a duração aproximada de 1 hora e 30 minutos.

Esperamos levar um conteúdo de qualidade e que atraia o interesse de todos!

Somente para relembrar, em 2012 estivemos por lá com o tema Elaboração de Projetos e Gestão no Terceiro Setor.

Este evento faz parte do nosso Projeto Palestras Acadêmicas, onde realizamos palestras gratuitas nos meios acadêmicos em assuntos relacionados ao Terceiro Setor.

Alavanca Social presente na FEA USP


        

A Alavanca Social, à convite da Diretora de Projetos – Tamara Rodrigues – do PESC FEA-USP, ministrou palestra em 20/09/2012 para alunos da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA-USP), em assuntos relacionados ao Terceiro Setor.

A Alavanca Social se fez presente através de seu projeto Palestras Acadêmicas, onde ministra eventos em meios acadêmicos de forma gratuita.

Fachada FEA USP

Os temas abordados – Gestão e Elaboração de Projetos em organizações sociais – vem auxiliar os alunos em suas práticas e projetos internos, onde atualmente se dedicam a colaborar com organizações do terceiro setor de forma voluntária, através de ações complementares visando o auxílio e fortalecimento destas instituições e possibilitando a prática solidária em favor da comunidade.

Parabéns aos alunos e à iniciativa do PESC FEA-USP.

Escola paraense aponta soluções para comunidade reduzir o lixo


Fonte: http://envolverde.com.br

O projeto Consumo Consciente: Agir e Viver por um Mundo Melhor foi criado para mostrar como deve ser feito o manejo do lixo, não apenas na Escola Municipal de Ensino Fundamental Cândida Santos de Souza, mas também no bairro Distrito Industrial, onde a instituição está situada, em Ananindeua, Pará, na região metropolitana de Belém. Desenvolvido pela pedagoga Alcilene Costa de Magalhães, professora de informática educativa, o projeto busca soluções para diminuir o acúmulo de lixo na cidade.

O trabalho é feito por meio de campanhas educativas e oficinas de reciclagem para o manejo adequado dos detritos. “As campanhas e oficinas têm o objetivo de sensibilizar a comunidade para a importância de cuidar do lixo e dar a ele um local apropriado, além de praticar ações de consumo consciente, dizendo não ao desperdício”, explica Alcilene. Há 15 anos no magistério, a professora já trabalhou com alunos da educação infantil e do ensino fundamental em instituições de ensino particulares de Belém. Também foi coordenadora pedagógica da educação de jovens e adultos durante dez anos em escola da rede estadual.

A fim de mostrar à comunidade as boas iniciativas de combate à degradação do meio ambiente, os envolvidos no projeto executaram diferentes atividades. Uma delas, o manejo do lixo no bairro, sob o lema Diga Não ao Desperdício. Outra, a proposta Vamos Cuidar do Nosso Lixo, de prevenção contra os resíduos jogados no chão. Foi feito ainda um apelo por mudanças de comportamento entre as pessoas.

De acordo com Alcilene, nas ações de combate ao acúmulo do lixo na comunidade, os estudantes chamaram a atenção do público para a preservação do meio ambiente. Eles destacaram a importância de conservar a escola como patrimônio público e o lugar no qual vivem. “Com esse trabalho de informação e sensibilização na comunidade, executamos as propostas de cuidar do meio ambiente”, afirma. “E, cuidando do meio ambiente, estamos cuidando de nós mesmos.”

Cidadania – O projeto abrangeu iniciativas de cidadania voltadas para a informação e a sensibilização da comunidade escolar, executadas no decorrer do ano letivo. No primeiro semestre, foram realizadas ações interdisciplinares para discutir o tema lixo no bairro. Entre elas, reuniões, sessões de vídeo e passeios para visualização dos problemas ocasionados pelo acúmulo de lixo. Professores e alunos executaram tarefas de diversas disciplinas – português, história, geografia, inglês, ciências e educação física. Os alunos de quinta a oitava séries do ensino fundamental visitaram a comunidade em torno da escola e conversaram com os moradores para explicar o problema e indicar formas de melhorar o manejo do lixo no bairro.

No segundo semestre, foram realizadas ações de combate ao acúmulo de detritos. “Os alunos da sexta e da sétima séries informaram à comunidade sobre os prejuízos causados pelo lixo em nossa vida e como podemos colaborar para que todos vivam em paz com o manejo e a coleta seletiva”, ressalta Alcilene.

O projeto é executado desde 2009. A cada ano, ganha novas ações. Segundo Alcilene, ele se fortaleceu em 2011. “Na ação Plante uma Árvore, realizada no fim deste ano, conseguimos 250 mudas de plantas ornamentais e frutíferas”, destaca. Na gincana ambiental, promovida em setembro, foram recolhidas cinco mil garrafas plásticas. “A coleta ultrapassou nossa expectativa.”

Na visão da professora, trabalhar com projetos ajuda na evolução do aluno e a alcançar as metas. “Educamos para a cidadania e para a prática do consumo consciente”, diz. “Os resultados estão sendo gratificantes.”

* Publicado originalmente no site do Ministério da Educação.