ONG capacita mais de 27 mil pessoas para o mercado de trabalho


Olá pessoal!

Compartilhando com vocês informações sobre o Instituto da Oportunidade Social, ONG cuja Missão é criar condições para que pessoas possam ter oportunidades em suas vidas.

logo-ios

O Instituto da Oportunidade Social celebra 18 anos contando 18 casos de sucesso

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o total de pessoas desempregadas no mundo pode chegar a 3,4 milhões até 2017. Até o final de 2015, somente no Brasil foram perdidas aproximadamente 1,5 milhão de vagas de trabalho. A expectativa da OIT é que até 2017, 700 mil brasileiros sejam adicionados neste quadro.

As estatísticas mostram que adquirir e manter um emprego formal difícil é cada vez mais difícil. Independentemente da crise, o nível de exigência das empresas têm aumentado e a concorrência entre os candidatos se torna mais acirrada. Jovens sem experiência ou pessoas que possuem algum tipo de deficiência têm ainda mais barreiras quando o assunto é conquistar um bom emprego.

Natural de Bom Jesus da Lapa (BA) e a mais velha de quatro irmãs, Luana de Souza Alves (25) nasceu surda dos dois ouvidos e viveu na solidão parte da infância devido a dificuldade de se comunicar, inclusive com seus familiares. Com o apoio da avó, passou a frequentar o fonoaudiólogo e o curso de Libras. Aos cinco anos, quando ingressou na escola, a avó motivou toda a família para aprender essa linguagem. Porém, até a adaptação, a solidão era constante da vida de Luana. Aos 11 anos, precisou mudar de escola e teve dificuldade de aprendizado por não compreender bem o Português. Após concluir o Ensino Médio, ela se viu  novamente frente ao desafio de procurar emprego e enfrentar novos processos de adaptação e dificuldade em se comunicar. A persistência fez com que ela conquistasse uma vaga na TOTVS, mas era necessário fazer o curso de capacitação profissional para ingressar na empresa e foi aí que Luana soube dos cursos ministrados pelo Instituto da Oportunidade Social, nos quais visualizou uma maneira de adquirir os conhecimentos necessários para ingressar no mercado de trabalho.

Para não chamar a atenção, Luana fingia que entendia o conteúdo que estava sendo apresentado, mas, na verdade, não conseguia acompanhar o curso, pois compreendia bem Libras, mas não o Português. Ao perceberem a dificuldade de Luana, os intérpretes educacionais do IOS informaram os instrutores e o Instituto passou a oferecer reforço de Português para surdos.  “Eles decidiram oferecer reforço do idioma português para os alunos surdos, como uma aula dedicada a este público, separados dos outros alunos com outras deficiências. A professora Carla se interessou por nós e decidiu aprender Libras. Para a Carla foi muito complicado, mas ela conseguiu. Muito obrigada, Carla, eu sou muito feliz por ter você na minha vida!”, relembra Luana. Além disso, ela foi encaminhada para uma psicóloga especializada no atendimento de pacientes surdos. Aos poucos, superou os bloqueios emocionais que dificultavam a interação social e atrapalhavam o aprendizado. Quando efetivamente conseguiu acompanhar as aulas, passou a ajudar os colegas que tinham dificuldade. Após quatro meses de curso, passou a trabalhar na TOTVS. Luana está na empresa há cinco anos, quatro destes no departamento de viagens onde, inclusive, ensinou Libras a seu chefe, além de realizar as atividades pertinentes à função. A partir do último ano, passou a atuar no setor Jurídico na mesma empresa, vaga na qual se candidatou e está muito satisfeita. Com ajuda da empresa, ela cursou a faculdade de Recursos Humanos e hoje possui uma vida mais completa com amigos, namorado, melhor relação com familiares, seu emprego e finalmente aprendeu a lidar e expressar suas emoções.

Estas e outras histórias estarão presentes no livro que comemora os 18 anos do Instituto da Oportunidade Social, com 18 personagens que relatam como atingiram o sucesso com a ajuda da ONG. O pré-lançamento do livro acontece em abril, durante um evento destinado a convidados que celebra o aniversário do Instituto. O livro será entregue a parceiros e apoiadores, a fim de fomentar a abertura de oportunidades para este público.

“O principal compromisso do IOS é oferecer acesso ao mercado de trabalho para jovens e pessoas com deficiência, promovendo cursos de capacitação gratuitos, mutirões de emprego, indicando os alunos aprovados para processos seletivos em empresas parceiras e para eventos focados neste setor em diversos estados do país”, explica Kelly Lopes, gestora do IOS. “Já capacitamos mais de 27 mil pessoas para diversos setores e nos orgulhamos em dizer que a maioria delas realizou sonhos e conquistou a ascensão profissional que tanto almejava”.

Sobre o IOS                                                                                        

Comprometido com a empregabilidade de jovens e pessoas que possuem deficiência física, visual parcial e/ou auditiva que tenham menor acesso às oportunidades do mercado de trabalho, o IOS, que acaba de completar 18 anos, desenvolve projetos de capacitação gratuita em temas variados. “Tecnologia”, “Comunicação” e “Administração”, por exemplo, compõem a grade de cursos. Qualificado como OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público -, o IOS já capacitou mais de 27 mil profissionais para os setores de Tecnologia da Informação, Administração, RH e Atendimento ao Varejo. A instituição é mantida por empresas privadas como a TOTVS – sua fundadora e principal mantenedora – além da IBM, Accesstage, Atlas Schindler, Brasilprev, Certisign, Rede Globo, Vedacit, Zendesk, dentre outras.

Mais informações: www.ios.org.br

 

Informações à imprensa:

PitchCom – Comunicação na medida certa!

Isadora Leone

isadora.leone@pitchcom.com.br

11 98445-3985

Paula Araujo

paula.araujo@pitchcom.com.br

11 2305-0174 | 11 99540-9968 | 11 98391-3172

Anúncios

ADD lança livro sobre esportes de aventura para pessoas com deficiência


Olá pessoal!

Compartilhamos com vocês o lançamento do livro “Aventura Adaptada – Um Roteiro Turístico e Cultural” , cujo conteúdo está direcionado a todas as pessoas, principalmente para aquelas com alguma tipo de deficiência. Veja a seguir uma chamada sobre este lançamento:

ADD lança livro sobre esportes de aventura para pessoas com deficiência

 O livro, que conta com o incentivo do Programa de Ação Cultural – ProAC, da Secretaria da Cultura, será distribuído gratuitamente e também ficará disponível para acesso online, a partir de setembro.

deficientes-1

A Associação Desportiva para Deficientes – ADD e a Áurea Editora lançam, em setembro, o livro “Aventura Adaptada – Um Roteiro Turístico e Cultural” com dicas de destinos turísticos acessíveis com opções para a prática de esportes de aventura em meio à natureza. O guia traz 6 sugestões de cidades no estado de São Paulo que oferecem atividades como Escalada, em Bragança Paulista; Trekking, em Atibaia; Paraquedas, em Boituva; Rafting, em Brotas; Paratike, em Caraguatatuba e Tirolesa/Rapel em Socorro.

“Seja qual for o tipo de limitação de uma pessoa, a emoção proporcionada por um salto de paraquedas, por exemplo, é a mesma. Queremos mostrar que é possível enfrentar qualquer aventura com vontade e uma equipe preparada para atender às necessidades específicas de cada um. Espero que, por meio deste livro, possamos incentivar novos adeptos e colaborar para que tenhamos uma sociedade cada vez mais inclusiva”, comenta Eliane Miada, fundadora da ADD.

Em um período de 30 dias, a equipe de produção do guia selecionou alguns aventureiros com deficiência para experimentar cada um dos esportes. A experiência foi a fonte das belíssimas imagens que ilustram o livro e dos depoimentos emocionantes de cada um dos participantes. Além das sugestões de rotas, os leitores também encontrarão dicas de hotéis com apartamentos adaptados e acessibilidade, orientação de trajetos para cada cidade (de carro ou ônibus) e recomendações como tipos de roupas e materiais necessários para a prática de cada atividade.

A edição 01 do livro “Aventura Adaptada – Um Roteiro Turístico e Cultural” terá distribuição gratuita. Estará disponível em bibliotecas públicas e secretarias municipais de cada uma das seis cidades citadas, além da capital paulista e também para acesso online no site:http://aventuraadaptada.aureaeditora.com.br

deficientes-2

Ficha Técnica

Livro: Aventura Adaptada Um Roteiro Turístico e Cultural

Código 10127 PROAC-ICMS

Editor responsável: Dirceu Pereira Junior

Planejamento e Supervisão Geral: Dirceu Pereira Junior

Produção Executiva: Ana Borges

Redação: Ana Borges, Dirceu Pereira Junior e Paulo Kehdi

Revisão: Silvia Bellintani

Revisão Técnica: Sileno Santos

Fotos: Arthur Calasans

Direção de Arte: Marcos Veras

Diagramação e Tratamento das Imagens: Bruno Matos

Controle e Administração: Carla Meire Ferreira, Marlene Mirra, Rosana Gutierrez

Pesquisa de campo: Ana Borges

Produção e logística: Carlos Alberto Souza Bento

Webdesign: Marcos Veras

Programação Web: Hnet Informática


Para mais informações:

Informações à Imprensa:

Ecco Press Comunicação

Renata Garcia Bernardes

Mayara Baptista/Carina Viana

(11) 9 8734-2739/ 9 7994-1285

mayara.baptista@eccopress.com.br

carina.viana@eccopress.com.br

ONG Escadas promove evento em favor de mulheres estrangeiras refugiadas


Olá pessoal, bom dia!

Passando hoje para compartilhar um evento com vocês.

Trata-se do evento UM NOVO TEMPO DE VIDA, dedicado a mulheres estrangeiras refugiadas no Brasil, que será realizado pela ONG Escadas em parceria com o Centro Social Nossa Senhora Palotina.

Inscrevam-se e participem!

Vejam a seguir as informações sobre o evento:

evento-ministerio-das-escadas

A Ong Escadas,  em seu projeto NOVO TEMPO, mulheres estrangeiras refugiadas, em parceria com o abrigo Centro Social Nossa Senhora Palotina, promoverá um encontro entre as abrigadas e parceiros empreendedores, empregadores e entidades de capacitação.

Nosso foco no trabalho com essas mulheres é a empregabilidade, oferecendo a elas todos os recursos e apoio necessários para que possam ser inseridas no mercado de trabalho brasileiro.

O objetivo desse encontro é a promoção de um balcão de emprego, com encaminhamentos para vagas e cursos de capacitação, confecção e impressão de curriculuns, orientações profissionais, esclarecimentos de dúvidas em assuntos de imigração e afins.

Gostaríamos de convidá-los a nos apoiarem nessa ação. Sejam bem vindos!

Para maiores informações favor entrar em contato com:

Tina Costa  –  Email: min.escadas@gmail.com  –  Whatsapp: (11) 95992-1718

 

Facebook usa inteligência artificial para fazer usuários cegos “verem” imagens


Olhar digital

Olá pessoal!

Compartilhando com vocês mais uma publicação da R2 Creative e que trata da inovação tecnológica fazendo a diferença na sociedade.

Trata-se de uma evolução muito legal para pessoas com deficiência visual e que permitirá um “olhar” diferente das inovações atuais.

Leiam o artigo no site da R2 Creative:

Facebook usa inteligência artificial para fazer usuários cegos “verem” imagens

Conheça este maravilhoso e corajoso Projeto – Escola Primária Kabiria


escola primária Kabíria

Olá pessoal,

Tenho atuações mais diretas como profissional e voluntário no terceiro setor desde 2007, quando resolvi migrar para uma área recheada de situações especiais, e a partir daí a dedicação foi total.

Hoje quero compartilhar com vocês sobre um projeto criado em Nairobi (Quênia) por Munike Avila em 2013 e que proporciona alegria, alento e esperança para as futuras gerações envolvidas. Falo do projeto ESCOLA PRIMÁRIA KABIRIA, que educa crianças e adolescentes e trabalha no sentido de transformar suas vidas de forma simples, porém, amorosa e com muita dedicação. Quando vejo um projeto desses não deixo de me emocionar, porque as crianças são os donos do amanhã e cabe a nós educá-los e prepará-los para a realidade que irão encontrar e poderem transformar o meio através do aprendizado, respeito, amor e carinho que receberam na infância, tendo a condição de modificar suas vidas e de todos ao redor de forma positiva.

Bom, poderia ficar falando deste assunto por muito tempo, mas o objetivo desta publicação é falarmos da escola. Leiam e conheçam este maravilhoso projeto e se encantem com as crianças e as pessoas envolvidas. Convido inicialmente a assistirem os vídeos para visualizarem e sentirem a alegria das crianças que participam do projeto:

Acessem https://www.facebook.com/escolakabiria/videos

Para conhecerem mais detalhes do projeto convido você a baixar este conteúdo:

ESCOLA PRIMARIA KABIRIA

Para pessoas, empresários e organizações que desejem ajudar na manutenção do projeto favor entrar em contato com: escolakabiria@gmail.com   –  www.facebook.com/escolakabiria

Veja algumas fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Primeira professora com Down do país ganha prêmio nacional de educação


Olá pessoal! Replicando postagem do Instituto Sabedoria para vocês!

Existem muitas coisas que valem a pena divulgar, mesmo que a informação ou notícia não seja tão recente, mas essa com certeza vale. É extremamente importante o artigo que encontrei no site Catraca Livre e que fala sobre uma pessoa que venceu seus desafios, independente de suas dificuldades, preconceitos ou limitações. Este é um exemplo que replico com alegria para todos os usuários e pessoas que seguem nossas postagens. Que ela possa nos inspirar para tudo se tornar ainda melhor. Apresento-lhes a Profª Débora Seabra. Vejam a matéria a seguir:

professora com down

A professora potiguar Débora Seabra, 33 anos, primeira educadora com síndrome de Down do país, recebeu no final de outubro o Prêmio Darcy Ribeiro de Educação 2015, em Brasília. Ela foi considerada exemplo no desenvolvimento de ações educativas no Brasil. O prêmio é promovido pela Comissão de Educação da Câmara dos Deputados e acontece anualmente.

Débora é formada em Magistério em nível médio na Escola Estadual Professor Luis Antônio, em Natal (RN), com estágio na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Trabalha há dez anos como professora e hoje atua na Escola Doméstica, um colégio particular da sua cidade.

A professora roda o Brasil e já foi em outros países, como Argentina e Portugal, para falar sobre o combate ao preconceito na sala de aula.  Em 2013, ela lançou o seu primeiro livro, chamado “Débora conta histórias”, recheado de fábulas infantis.

—————————————————————————–

Esta e tantas outras histórias pelo mundo nos inspiram a transformar o meio que vivemos.

O Instituto Sabedoria lhe dá os mais sinceros parabéns pelo prêmio Profª Débora, e pelo exemplo a todos nós.

—————————————————————————–

CONHEÇA NOSSA GRADE DE CURSOS PARA 2016

Ela está sendo preparada especialmente para você!

Uma ótima semana a todos!

——————————————————————————

Câmara aprova infração grave para motorista que estacionar em vaga para idosos e pessoas com deficiência


Olá pessoal!

Finalmente foi aprovado o projeto que aumenta a penalização de pessoas que estacionam em vagas destinadas a pessoas com deficiência e idosos. Já não era sem tempo. É impressionante como os motoristas não respeitam esse direito e o fazem com a maior cara de pau, com desculpas tipo: ” É só um minutinho” ou então “Estou esperando alguém que já está vindo” ou até “Nossa, não havia percebido!” E por aí afora…

Veja a seguir algumas informações e a íntegra da proposta:

Parking sign for disabled

Posted by Equipe Mara Gabrilli | dezembro 10, 2015 

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou proposta que considera infração grave – com cinco pontos na carteira de habilitação, multa de R$127,69 e remoção do veículo – o uso indevido de vagas de estacionamento para idosos e pessoas com deficiência. A proposta agrava a penalidade, que era uma infração leve e tinha multa de R$ 53,20, com três pontos na carteira.

A relatora da proposta, deputada Tia Eron (PRB-BA), combinou os textos das propostas da deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP) – PL-460/2011 – e do deputado Antonio Bulhões (PRB-SP) – PL 131/11. Para ela, a mudança tem caráter educativo e deve reforçar o respeito por essas vagas. “Infelizmente a nossa população ainda carece de ter educação, especialmente no trânsito”, disse.

A proposta modifica o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) e considera como vias públicas os estacionamentos externos ou internos das edificações de uso público ou de uso coletivo. Há atualmente controvérsias quanto à possibilidade de fiscalização das vagas nos estacionamentos de estabelecimentos públicos e privados de uso coletivo.

A deputada Mara Gabrilli, que é cadeirante, explica que essa mudança é necessária porque em estabelecimentos privados de uso público – como supermercados, shopping centers e clubes – a polícia e os órgãos que autuam não podem entrar para punir as pessoas que param indevidamente na vaga. “Os seguranças de shopping, por exemplo, não têm poder de polícia. Então, eles não podem tirar, realmente, alguém da vaga. É uma falta de educação muito grande que acontece no Brasil.”

A proposta foi aprovada em todas as comissões da Câmara e deve seguir para análise do Senado, caso não haja recurso para apreciação pelo Plenário.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA

Autor: Antonio Bulhões – PRB/SP

Autor: Mara Gabrilli – PSDB/SP

Reportagem – Marcello Larcher
Edição – Luciana Cesar

Fonte: Agencia Câmara de Notícias

Curso de alfabetização para adultos no Lar Anália Franco


laf_logo

Olá pessoal!

O Lar Anália Franco, em parceria com o Rotary Club de Jundiaí, está com inscrições abertas para mais um Curso de Alfabetização de Adultos.

Esta parceria está firmada há mais de dois anos com a professora Isabel – Rotary Ckub Jundiaí – Serra do Japy, que realiza os encontros duas vezes por semana, no horário das 16h30 às 18h00.

 Maiores informações, por favor, peça para me procurar.

Ana Lúcia Bonelli Carolla

Assistente Social

Lar Anália Franco (11) 4521-9577 / (11) 7176-9190

Vejam a seguir um pequeno resumo deste projeto:

ALFABETIZAÇÃO DE ADULTOS — “LAR ANÁLIA FRANCO”

Como no Rotary o mês de março é dedicado à alfabetização, vamos destacar um dos trabalhos que o nosso clube desenvolve na área da Educação e que é voltado para a “Alfabetização de Adultos”. Essa atividade é realizada no
“Lar Anália Franco”, sediado em Jundiaí, tendo como coordenadora desse trabalho voluntário  nossa Companheira Maria Isabel de Freitas Pinho Franco.

Abaixo um breve histórico sobre a instituição:

“O Lar Anália Franco, fundado em 19 de Maio de 1912, é a mais antiga Instituição de apoio à infância de Jundiaí e desenvolve suas atividades desde uma época em que nem se cogitava pensar sobre os Direitos da Criança e do Adolescente . E em 2012 vai completar o Primeiro Centenário da Instituição.

Atende atualmente: 52 crianças ( sendo 21 de dois anos e 31 de três ); e 69 adolescentes de 10 a 14 anos; 17 jovens de 14 a 17 anos, no Projeto “Preparando o Futuro”. Promovendo atividades e ações educativas que visem à inclusão social e a preparação para o mercado de trabalho, bem como o desenvolvimento para a leitura e a escrita como recurso destinado à melhoria do processo educativo, da qualificação profissional e da geração de emprego.

Oferecemos para as famílias curso de informática, projeto de geração de renda para 30 participantes, tendo como objetivo principal o fortalecimento dos vínculos familiares, resgate da auto estima e capacitação para o preparo de trufas, doces e salgados”.

_________________________________________________________________________________________

FAÇA JÁ A SUA INSCRIÇÃO E GARANTA O SEU DIREITO À EDUCAÇÃO!