Captar recursos no Terceiro Setor é difícil? Parte 2


Etapa de Preparação e Pesquisa

Olá pessoal!

Relembrando os momentos da parte 1, onde destacamos a insegurança pessoal e a capacitação como alguns dos principais fatores da dificuldade das pessoas em realizar o planejamento e execução de campanhas de Captação de Recursos.

Hoje vamos falar sobre assuntos muito importantes neste processo de construção de uma boa campanha, que é a fase de sonhar, idealizar, estar preparado e iniciar a elaboração dos passos principais necessários para as definições, planejamento e execução dos processos de captação.

ideia

Tudo se inicia com um sonho, uma ideia, uma possibilidade, um desejo. Não importa se trata-se de algo pequeno ou grande, tudo é importante dentro do contexto que procura-se dar forma.

O próximo passo é colocar essa ideia inicial no papel e a partir daí fazer as seguintes perguntas a si mesmo:

  • É possível de ser realizado?
  • Tenho estrutura para torna-lo realidade?
  • Tenho recursos suficientes?
  • Estou preparado para desenvolvê-lo?
  • Preciso de capacitação?

A partir das respostas, saberá se tem condições de dar sequência e caso sinta que é possível inicie uma nova série de perguntas a você mesmo:

  • O que eu farei?
  • Qual o objetivo?
  • Porque eu farei?
  • Qual será o local e público alvo?
  • Como será feito e que recursos necessitarei?
  • Quais serão os custos?

Estas respostas ainda serão genéricas, mas nortearão os próximos passos dos processos seguintes.

Research-with-Focus-People

Não se constrói nada sozinho. A participação de outras pessoas interessadas no projeto será fundamental para que tudo comece a tomar forma, e bem definido e planejado, possa gerar os frutos necessários para sua realização e sucesso.

A opinião de cada um é importantíssima para a definição de todas as necessidades e recursos. Nada ou ninguém deve ser deixado de fora, do mais humilde até o mais alto cargo da organização, principalmente no momento de definição de responsabilidades e dos detalhes do plano de captação dos recursos.

pensando em recursos

Lembro sempre que, apesar da grande maioria pensar somente no recurso financeiro como principal fonte para a condução dos projetos, será fundamental que a visão dos gestores das organizações e responsável pela captação de recursos, seja sempre de planejar esta atividade para a obtenção também de recursos humanos e materiais, pois a somatória dos três recursos é que se encontra a solução de tudo o que é necessário para a sua realização e resultados. Neste quesito, no momento de planejar uma campanha de captação de recursos, sempre coloco os recursos na seguinte ordem de importância: Humano (sem ele nada evolui), material (estrutura) e financeiro para manter tudo.

shutterstock_

Deve-se salientar também, que será extremamente importante ter alguém diretamente responsável pela captação dos recursos, do inicio ao fim dos processos e que será determinante para a condução, coordenação, desenvolvimento/acompanhamento e avaliação. Esta pessoa é que irá conduzir todos os passos do plano em todas as etapas até a sua conclusão. Quanto mais capacitado e preparado para esta tarefa, maiores serão as possibilidades de sucesso.

study_group_students_university_library

A seguir inicia-se um processo que vai durar quase que o tempo todo do desenvolvimento do plano de captação, que é a etapa de pesquisas e estudo sobre o que se deseja fazer. É neste momento que se idealizam as possibilidades, a missão ou objetivo geral e visão do projeto, os principais recursos humanos, materiais e financeiros, definição do grupo de trabalho, definição de responsabilidades, a estrutura mínima necessária para sua execução, custos envolvidos em todas as fases e resultados desejados.

Esta fase também é ainda de definições, porém, importantes para a realização do planejamento da campanha de captação de recursos.

A preparação é fundamental para o inicio do planejamento, suas fases, etapas e atividades, a qual será objeto da parte final destas postagens. Esperamos que as informações de hoje possam ajuda-las(os) na realização da tarefas.

Em nosso próximo post estaremos falando um pouco sobre as características e perfil ideal para a condução e participação na atividade de captação de recursos.

——————————————————–

INSCREVA-SE em nossos CURSOS e promova EVENTOS conosco!

——————————————————–

Captar recursos no Terceiro Setor é difícil? Parte 1


Planning

Olá pessoal!

Quero, através deste artigo, mostrar a vocês algumas situações e experiências relacionadas à prática de captar recursos para projetos e organizações sociais, pois entendo que modelos são necessários para que possamos ir nos moldando a uma nova realidade e assim estarmos preparados para ela. Entendo a capacitação pessoal, depois do pensamento e desejo de realização, como uma das mais poderosas ferramentas para que tudo possa ser idealizado e em seguida colocado em prática e execução. Por isso recomendo sempre aos meus alunos e pessoas que nos procuram, que procurem ler, estudar, pesquisar, escrever e tudo o que puder dar uma melhor condição para as nossas tarefas diárias.

Na captação de recursos não é diferente e estar preparado para ela demanda pesquisa, estudo, observação dos fatos, planejamento, conhecimento da área e das pessoas, definições de estratégias, etc. Complicado? Creio que não, principalmente quando você se permite realizar as tarefas de forma ordenada e calma, como forma de abranger o assunto em sua totalidade, focada na sua execução e resultados, ou seja, uma coisa de cada vez, porém, com foco e desejo de que tudo seja para o melhor.

Thinking business woman looking up on speech empty bubble isolated on white background

Em meus cursos, trabalho e contatos com as pessoas percebo na maioria da vezes a insegurança como um dos principais fatores de dificuldade na realização das tarefas, comprometendo o resultado que deseja-se atingir e na grande maioria das vezes percebe-se potenciais claros de entendimento dessas pessoas na realização daquelas tarefas, mesmo não possuindo o conhecimento do assunto. O que quero dizer é que nascemos, crescemos, somos educados através de padrões e comportamentos que nos levam a imaginar situações limitantes que nos impedem de prosseguir e no momento que nos deparamos com determinadas situações não colocamos o nosso conhecimento como forma de entender e buscar a melhor maneira de se preparar para realizá-lo e simplesmente não o realizamos pela insegurança de não estarmos preparados para elas. Vou dar um exemplo claro disso que estou falando: imagine alguém te pedindo para fazer o planejamento de alguma ação ou atividade. Quando não nos emponderamos dessa realidade, nos bloqueamos e não nos permitimos desenvolvê-la e a consequência será a dúvida e dificuldade na realização da tarefa. Neste caso, quando essas pessoas ouvem a palavra “planejamento” logo imaginam algo difícil de realizar e neste momento bloqueiam toda a sua capacidade.

Planejamos o tempo todo, desde o momento que acordamos até a hora em que vamos nos deitar para o descanso merecido e necessário. Quando estamos escrevendo nossas ações em nossas agendas, quando estamos decidindo que roupa vamos usar naquele dia, definindo qual a nossa rotina, etc., estamos planejando cada passo que pretendemos dar e fazemos tudo isso de uma forma muito natural.

Quando conseguimos aliar esta capacidade natural com a capacitação adquirida através de estudo e pesquisas, percebemos que tudo se torna mais leve e tranquilo em sua realização.

Na captação de recursos não é diferente e é necessária sua atenção, foco, pesquisa, estudos, entendimento e diagnósticos para iniciar seu planejamento e posteriormente sua execução. Quando estou conversando com pessoas em organizações, aulas e eventos, algumas das principais afirmações que eu ouço são: “Como captar recursos? Tudo é tão difícil! Não tenho pessoal capacitado! Não consigo fazer devido a falta de tempo!  E assim por diante….

Se perceberam, elas preferem colocar à frente suas inseguranças e medos na linha de frente, estabelecendo bloqueios para sua realização e ficam o tempo todo com dificuldades para obter recursos para seus projetos e infelizmente, em muitos casos, encerram as atividades devido a esta dificuldade.

Hoje estou apenas fazendo uma breve introdução dos fatos para seu entendimento. Nossos próximos artigos estarão sendo colocados aqui no site dando sequência neste assunto, com dicas importantes para que possam realizar suas tarefas nesta e em outras áreas de maneira mais natural e com excelentes resultados, se assim você se permitir.

Um detalhe importantíssimo neste processo: procure desenvolver sempre em conjunto com outras pessoas, pois é importante conhecer todas as expertises e conhecimentos que elas possuem para que o planejamento tenha maiores possibilidades de sucesso.

Group of multi racial business people looking up at copyspace

Um novo olhar…

Portanto, mude seu olhar, confie nos seus talentos e coloque todo o seu potencial para fora e transforme a você, o projetos, a organização, as pessoas envolvidas, a comunidade, etc., e possibilite a mudança .esperada por todos

Até o próximo artigo pessoal! Um ótimo final de semana a todos!

Instituto Filantropia realiza segunda edição do NOVOS RUMOS do Terceiro Setor


logo_inst_filant_horizontal

Com o objetivo de fortalecer os conhecimentos sobre gestão e administração dos profissionais e voluntários de instituições sociais, o Instituto Filantropia promove, pelo segundo ano consecutivo, o ciclo de palestras “NOVOS RUMOS do Terceiro Setor“. O evento ocorrerá nos dias17,18 e 19 de junho, no Museu de Arte Moderna (MAM), localizado no Parque do Ibirapuera, um dos locais mais charmosos de São Paulo.

Serão três dias de trabalho focados em temas relevantes para as Organizações da Sociedade Civil, com debates e palestras com profissionais renomados da área.

O primeiro dia abordará exclusivamente a Gestão de Recursos Humanos, com ênfase nos relacionamentos e nos aspectos técnicos do setor. Já o segundo dia será focado em Captação de Recursos, abordando diversas técnicas e novas ferramentas para a atividade. O último dia contará com profissionais falando sobre a Contabilidade no Terceiro Setor.

Afiliados do Instituto Filantropia têm condições especiais para se inscrever. Mais informações: www.dialogosocial.com.br

Sobre o Instituto Filantropia: Utilizando ferramentas como eventos, publicações, portal na internet, rádio web, entre outros, atua em diversas frentes visando à profissionalização e à democratização da informação técnica relacionada ao Terceiro Setor.

Informações para a imprensa

Fernanda Tudela – Dep. Desenvolvimento Institucional

E-mail: comunicacao@institutofilantropia.org.br

Site: http://www.institutofilantropia.org.br

 

Lar Irmã Celeste abre nova vaga de trabalho


logo lar irma celeste

Bom dia pessoal!

O Lar Irmã Celeste abre uma nova vaga de trabalho.

Aos interessados, favor acessar nossa página e observarem os detalhes para se candidatar a esta oportunidade de trabalho:

VAGA NA ORGANIZAÇÃO LAR IRMÃ CELESTE

 

Desejamos sucesso a todos!

Acesse também nossa página Oportunidades!

————————————————————–

Esteja preparado para vagas de trabalho! 

Acesse nossa área de cursos: INSTITUTO SABEDORIA

Participe de nossos cursos nas áreas de criação de Organizações Sociais, Planejamento, Gestão, Captação de Recursos, Organização, Profissionalização e Voluntariado.

O que você está esperando?

———————————————————–

Alavanca Social ministra palestra para alunos da Pós-graduação da FESPSP


Capa-Captação de Recursos_Alunos PósGraduação_abr15

Olá pessoal,

Esta semana tive a honra de poder ministrar uma palestra para alunos da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo – FESPSP. Este evento faz parte de nosso projeto PALESTRAS ACADÊMICAS, aberta a Instituições de Ensino Superior de forma gratuita, com o objetivo de compartilhar informações sobre o universo do Terceiro Setor.

O convite foi feito pela Prof. Maria Cristina Barboza, responsável pela disciplina Captação de Recursos e Parcerias do curso de pós-graduação Gestão de Serviços da Informação. O tema apresentado envolveu aspectos introdutórios da captação de recursos no Brasil, além de cases de organizações de sucesso e modelos de captação eficientes no país.

O ponto forte foi a interação dos alunos durante o evento, com perguntas sobre o tema e como utilizar métodos de captação de recursos e parcerias em atuações nas comunidades onde residem.

A palestra teve a duração de 3 horas e foi realmente muito agradável e descontraída.

Agradecimentos à FESP e à Prof Cristina pelo convite e possibilidade de compartilharmos nossos conhecimentos.

Um forte abraço a todos!

Alavanca Social ministra curso sobre ONGs na Febracorp University


Olá pessoal!

Replicando e compartilhando notícia da nossa área Instituto Sabedoria:

logo febracorp

Olá pessoal!

É com alegria que informamos nossa participação em uma excelente e conceituada instituição de ensino da cidade de São Paulo. Falamos da Febracorp University, cujo DNA está voltado à formação de empresários, líderes e pessoas que desejam se preparar para a competitividade existente no mercado atual através de cursos de especialização MBA em 4 áreas de negócios.

entrada febracorp

Recebemos o convite do Gerente de Projetos Vinicius Ferreira para criar um curso que pudesse mostrar um pouco sobre Organizações não Governamentais e Sem Fins Lucrativos, como forma de complementar um novo universo às pessoas que futuramente poderão estar empreendendo ou atuando conjuntamente na área do terceiro setor, seja como profissional ou oferecendo apoio através de projetos inovadores e de caráter social.

Com base neste convite idealizamos o curso: ONGs: uma onda de soluções em comunidades, que tratou e contextualizou esta apaixonante área da economia, tão importante para as comunidades e sociedade em geral. O curso foi ministrado pelo Prof. Marcelo Rachid de Paula, o qual procurou transmitir em 3 aulas + uma vivência, este universo de soluções sociais.

Agradecemos a Febracorp e em especial ao Vinicius que nos ofereceu a oportunidade de compartilharmos nossos conhecimentos nesta área.

A Alavanca Social e o Instituto Sabedoria agradece a todos que participaram desta ação!

Sucesso a todos!