15,5×17,1cm

Anúncios

4 comentários em “15,5×17,1cm

    • Olá Mauro, grato pelo seu contato.
      Em qual cidade você mora?

      O programa foi idealizado pelo Conselho Nacional de Justiça, que criou alguns mecanismos em todos os estados da federação através de convênios com os governos estaduais e municipais para facilitar esta conexão com pessoas que estão retornando ao seio da sociedade e desejam retomar dignamente suas vidas.
      É necessário identificar junto ao CNJ qual é o órgão no seu estado ou município que eles firmaram convênio para que você possa se cadastrar e ter a oportunidade de conseguir uma vaga de emprego em empresas que fazem parte deste programa.
      Existe também o Portal de Oportunidades, onde a pessoa interessada se cadastra no site http://www.cnj.jus.br/projetocomecardenovo/index.wsp e fica aguardando o chamado.
      Veja a seguir algumas informações que podem ajudá-lo nesta busca:

      Levantei algumas questões para receber mais informações sobre o programa Começar de Novo e estou aguardando retorno deles.
      Enquanto aguardo, veja a seguir algumas informações que levantei pelo site do CNJ: http://www.cnj.jus.br/programas-de-a-a-z/detentos-e-ex-detentos/pj-comecar-de-novo

      O Começar de Novo visa à sensibilização de órgãos públicos e da sociedade civil para que forneçam postos de trabalho e cursos de capacitação profissional para presos e egressos do sistema carcerário. O objetivo do programa é promover a cidadania e consequentemente reduzir a reincidência de crimes.
      Para tanto, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) criou o Portal de Oportunidades. Trata-se de página na internet que reúne as vagas de trabalho e cursos de capacitação oferecidos para presos e egressos do sistema carcerário. As oportunidades são oferecidas tanto por instituições públicas como entidades privadas, que são responsáveis por atualizar o Portal.

      Além disso, os presidiários de todo o país contam com mais uma ajuda fornecida pelo CNJ: a produção da Cartilha da Pessoa Presa e da Cartilha da Mulher Presa. Os livretos contêm conselhos úteis de como impetrar um habeas corpus, por exemplo, ou como redigir uma petição simplificada para requerimento de um benefício. Esclarece ainda sobre deveres, direitos e garantias dos apenados e presos provisórios.

      A Cartilha, além de estar disponível no portal do CNJ, é distribuída pelo grupo de monitoramento dos mutirões carcerário nos Estados.

      Para outras informações:
      Endereço: Anexo I – Supremo Tribunal Federal, Praça dos Três Poderes s/n – Brasília – DF – CEP: 70175-900
      E-mail: comecardenovo@cnj.jus.br

      Se ainda estiver com dúvidas volte a entrar em contato para ver se conseguimos ajudá-lo nesta busca.

      Abs e boa sorte

  1. Boa Tarde. Sería de muita utilidade se essa cartilha estivesse disponível em PDF, para leitura e impressão. Precisamos de disseminar o assunto mais e mais.
    Se algo estiver disponível, favor mandar para danillo_cossani@yahoo.com.br.
    Obrigado

    • Olá Danilo, obrigado pelo seu contato

      Quando postei esta informação, não consegui encontrar a Cartilha e acabei repassando somente a matéria.
      Vou perguntar no CNJ se já disponibilizaram ela para download.
      Caso tenham feito te aviso em seguida ok?

      Abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s