Rede Internacional de Voluntariado Corporativo


Fonte: www1.ethos.org.br/
_______________________________________________________
É lançada a primeira rede internacional de voluntariado corporativo

A rede Voluntare reúne as principais informações de referência sobre o tema, com informes, documentos, boas práticas e as notícias mais relevantes.

Do esforço comum entre empresas e organizações do terceiro setor, foi criada a Voluntare, primeira rede internacional a reunir os principais atores relacionados ao voluntariado corporativo. A iniciativa foi lançada nesta terça-feira (5/7), em Madri, na Espanha.

A missão da nova rede é fomentar programas de voluntariado corporativo mediante o diálogo, o desenvolvimento de novas dinâmicas de atuação, o estabelecimento de um centro de conhecimento sobre o tema e a criação de formatos originais entre os grupos de interesse, por meio de uma rede internacional transparente e ética, com o objetivo de desenvolver a inovação social.

A Voluntare foi fundada por quatro empresas – Telefônica, Endesa, Unilever e KPMG – e cinco entidades do terceiro setor – Fundación Bip Bip, Fundación Codespa, Fundar, Forum Empresa e Fundación Corresponsables. Conta também com a colaboração das entidades Forética e ComunicaRSE e das empresas IBM, Tempe e Iberdrola. A sinergia entre essas organizações favorece o entendimento das necessidades e interesses de todos os envolvidos.

A rede oferece a todas as organizações e pessoas interessadas uma ampla fonte de conhecimento sobre voluntariado corporativo. Sua página na internet reúne uma série de informações de referência, que inclui informes, documentos, boas práticas e as notícias mais relevantes a respeito do assunto em todo o mundo. Além disso, põe à disposição dos usuários as ferramentas necessárias para gerar novo conteúdo e favorecer a inovação em torno do tema. Entre essas ferramentas, há uma que permite criar grupos de trabalho para discutir os vários aspectos do voluntariado corporativo.

Por sua vocação participativa, a Voluntare se já se integrou às redes sociais, por meio das quais pretende criar uma comunidade de intercâmbio de experiências e fomento ao voluntariado corporativo. É possível seguir a rede e participar de suas iniciativas não só pelo link www.voluntare.org, mas também pelo Facebook, pelo Twitter e pelo LinkedIn.

 

 

 

Anúncios

Prêmio Fundação Banco do Brasil – Inscrições prorrogadas


O objetivo é de que mais iniciativas e instituições possam se inscrever, já que o Prêmio também tem como foco reconhecer tecnologias e incentivar sua reaplicação. Vale lembrar que serão nove prêmios no valor de R$ 80 mil cada – cinco serão para as categorias regionais (um para cada região do País) e um para cada categoria especial: “Direitos da Criança e do Adolescente e Protagonismo Juvenil”; “Gestão de Recursos Hídricos”; “Participação das Mulheres na Gestão de Tecnologias Sociais”; e uma nova categoria: “Tecnologia Social na Construção de Políticas Públicas para a Erradicação da Pobreza”.  Até agora, cerca de 500 tecnologias já foram inscritas.
As inscrições podem ser feitas por meio do portal www.fbb.org.br/tecnologiasocial  até o dia 22 de julho e o Prêmio conta com o patrocínio da Petrobrás e o apoio institucional do Ministério da Ciência e Tecnologia, da Unesco e da KPMG Auditores Independentes. Confira regulamento .  O Prêmio é concedido a cada dois anos e tem por objetivo identificar, certificar, premiar e difundir Tecnologias Sociais já aplicadas, implementadas em âmbito local, regional ou nacional e que sejam efetivas na solução de questões relativas à alimentação, educação, energia, habitação, meio ambiente, recursos hídricos, renda e saúde.
Serão três etapas:
Certificação – Todas as inscrições recebidas até o dia 22 de  julho de 2011 participarão desta etapa. As tecnologias certificadas serão inseridas no Banco de Tecnologias Sociais, receberão um Certificado de Tecnologia Social e passarão, automaticamente, a concorrer à etapa de Seleção das Finalistas do Prêmio.
Seleção das Finalistas – As tecnologias sociais certificadas serão pontuadas segundo os critérios de efetividade, nível de sistematização da tecnologia e resultados qualitativos e quantitativos. Serão declaradas finalistas as 3 tecnologias, por categoria, que obtiverem as médias mais elevadas.
Julgamento das Vencedoras – As tecnologias sociais finalistas, selecionadas na etapa anterior, serão pontuadas segundo os critérios de inovação, nível de envolvimento da comunidade, transformação social e potencial de reaplicabilidade. A tecnologia com maior pontuação média, em cada categoria, será declarada vencedora. Cada uma das 9 (nove) instituições responsáveis pelas Tecnologias Sociais vencedoras receberá um prêmio de R$ 80.000,00 (oitenta mil reais) para ser utilizado em atividades de aperfeiçoamento ou reaplicação da iniciativa.
A relação das Tecnologias Sociais certificadas será disponibilizada no site da Fundação Banco do Brasil na segunda quinzena de setembro de 2011 e os finalistas serão comunicados formalmente. A premiação das nove vencedoras acontecerá em novembro, em uma Cerimônia em Brasília/ DF.
Tecnologia Social
Tecnologia Social compreende produtos, técnicas ou metodologias reaplicáveis, desenvolvidas na interação com a comunidade e que representem efetivas soluções de transformação social. As Tecnologias Sociais certificadas pela Fundação Banco do Brasil passam a integrar o Banco de Tecnologias Sociais – BTS, base de dados on-line disponível no site www.tecnologiasocial.org.br contendo informações sobre as tecnologias e instituições que as desenvolveram. O BTS é o principal instrumento utilizado pela Fundação Banco do Brasil para disseminar, promover e fomentar a reaplicação de Tecnologias Sociais. Para as inscrições  clique aqui