Ser VOLUNTÁRIO é Ser Humano!


Marcelo Rachid de Paula

O voluntariado é uma oportunidade excepcional para a prática do bem e da solidariedade.

Ser voluntário é muito mais que oferecer uma parte de seu tempo, é muito mais que olhar para a necessidade do outro, muito mais que fazer parte de uma maravilhosa corrente, muito mais que colocar o seu entendimento e experiência em benefício do todo, vai além das expectativas do ser humano e o coloca em destaque, tanto para quem doa, tanto para quem recebe.

O voluntário é um guerreiro silencioso que não busca fama, dinheiro ou oportunidade de riquezas, apenas dá o que tem de melhor. A visão do voluntário é ampla e bela, pois tem um alcance infinitamente maior sobre o que acontece ao seu redor e se integra a estas condições sempre com muita entrega e determinação.

Atuo na área do 3º setor há 03 anos e uma frase que ouço constantemente é: “Gostaria tanto de ajudar, mas não sei como.”

Existem hoje no Brasil cerca de 450.000 organizações sem fins lucrativos atuando em diversas áreas (social, educacional, ambiental, saúde, cultural, esportivo, etc.) e cada uma delas apresenta oportunidades para que as pessoas possam estar se doando e oferecendo sua capacidade e experiência em favor deste setor da economia.

Cada uma delas tem a sua missão e apesar de muitas realizarem e colocarem em prática projetos de naturezas semelhantes têm peculiaridades diferentes, levam soluções e amenizam a dor e o sofrimento de muitas pessoas, proporcionando condições para que a vida de todos os envolvidos melhore consideravelmente.

Nos EUA e Europa, esta prática é bem mais difundida, com as pessoas tendo a plena noção de importância para este tipo de atitude. O que se deve salientar nestes locais e que diferem muito da nossa realidade aqui no Brasil é a legislação existente, voltada para o crescimento do setor e da sociedade, bem diferente da nossa, ainda muito vaga e clientelista, “forçando” as instituições a estarem sempre com o “chapéu na mão” para conseguir recursos, além de dificultar os processos de busca de voluntários de uma maneira mais efetiva.

Outro fator de grande importância que destaco e que especialistas em RH vem reiterando de forma mais concreta, é que o voluntariado hoje, além das benesses oferecidas aos assistidos, além do bem estar sentido por quem está ajudando, também abre a possibilidade de estarem conseguindo oportunidades de um emprego fixo e permanente, pois a visão dos empresários para este tipo de atitude está crescendo de forma benéfica e produtiva e com uma visão voltada à responsabilidade social.

É deste universo que falo e indico para aqueles que se encaixam no perfil das pessoas que podem doar pelo menos 01 hora por semana em favor de alguma causa.

É muito fácil! Somente basta desejo de ajudar, aliado ao comprometimento com a causa.

Ser voluntário é Ser Humano…

Anúncios

6 comentários em “Ser VOLUNTÁRIO é Ser Humano!

  1. Muito lindo a explicação do que é ser voluntário. Vcs me ajudaram muito a compreender e também de como as pessoas podem contribuir muito doando tão pouco do seu tempo. Irei repassar para meus alunos,estou trabalhando com eles a ideia do voluntário e como os doutores da alegria ajudam muitas vezes na melhora de pessoas ,apenas distribuindo alegria. Bjs

    • Olá Rose, agradecemos o seu contato.
      Parabéns pelo incentivo aos seus alunos sobre voluntariado.

      Ficamos felizes que o artigo tenha ajudado na compreensão do assunto.

      Caso necessite de algum material, algum curso, palestra, etc., pode me retornar.

      Estou à disposição!

      Att.
      Marcelo R Paula

  2. Pingback: Aspaan – Associação Protetora e Amiga dos Animais.

    • Olá Aspaan, agradecemo o seu contato e também à curtição em nossas publicações.

      Um forte abraço solidário a vocês!

      Marcelo

  3. SOU LIDER DE UM GRUPO TAMBÉM QUE TRABALHA SEM FINS LUCRATIVOS MAS INFELIZMENTE NÃO PODEMOS FAZER MUITO COMO GOSTARIA-MOS POR FALTA DE APOIO MAS NUNCA IREMOS DESISTIR PORQUE QUANDO SE FAZ POUCO É MUITO E QUANDO NÃO SE FAZ É UMA VERGONHA.

    • Olá Claudio, tudo bem?
      Grato pelo seu contato.

      Sobre suas dificuldades em obter apoio, é importante estar preparado para que a busca dos recursos que necessita sejam bem planejados e colocados em prática. O mais importante quando se está buscando a sustentabilidade de um projeto é ter, além de uma equipe de apoio leal e comprometida, estar preparado para a realização das tarefas.
      No caso da busca de recursos, descrevo a seguir algumas dicas importantes para que possa planejar e buscar os recursos que precisa para seus projetos:
      Estar preparado para receber os recursos talvez seja o maior desafio das instituições e projetos. Existem muitas opções de mobilização e captação, contudo, é necessário que esteja com todas as questões legais em dia, um projeto bem elaborado, um grupo de trabalho focado no trabalho e o profundo desejo de transformar o meio onde se vive.
      Vocês já possuem uma sede? Estão legalizados em seu município? Qual é a missão do projeto? O estatuto está elaborado? Vocês fazem prestação de contas? Vocês possuem pessoas capacitadas para as tarefas?
      Essas e muitas outras perguntas serão feitas por empresários, poder público e comunidade antes de ajudar o projeto.
      Estando com tudo isso em ordem, inicia-se o trabalho de planejar a captação de recursos, seja ele material, humano ou financeiro.
      A Captação de Recursos, como todas as atividades humanas, necessitam de uma preparação e planejamento adequados com certa antecedência à ação, para que possam ter uma chance maior de sucesso. Costumo sempre dizer aos meus alunos que para realizar uma boa campanha de Captação de Recursos, sejam eles quais forem, é preciso conhecer bem o seu entorno, pois na maioria das vezes, todas as soluções estão dentro da própria comunidade que estão inseridos, seja na forma solidária das pessoas comuns da sociedade, que doam um pequeno valor mensal, como para empresários e poder público que dispõem de valores maiores para as causas sociais, saúde, esportes, meio ambiente, etc.
      Veja algumas dicas:

      1) Antes de tudo procure identificar exatamente o que deseja captar (recursos humanos, materiais ou financeiros).
      2) Faça uma lista por ordem de importância e necessidade. Converse com todos as pessoas envolvidas no projeto para não deixar nada de fora, desde o mais graduado até o mais humilde colaborador…todos são importantes para determinar as necessidades do projeto.
      4) Faça um levantamento das empresas de sua cidade e identifique a área de atuação de cada uma delas.
      5) Selecione aquelas com maiores possibilidades de ajudá-los no seu projeto.
      6) Procure descobrir o maior nº de detalhes sobre eles antes do contato.
      7) Você tem de estar com o projeto escrito para deixar com o possível investidor se assim for solicitado.
      8) Prepare também um Resumo Executivo, pois ele servirá para os primeiros contatos, quando a maioria solicita o envio via e-mail ou correios.
      8) Prepare também uma apresentação do projeto.
      9) Marque encontros para apresentar o projeto ao empresário.
      10) Procure definir cotas de patrocínio de acordo com orçamento pré-definido. Quando você define cotas, facilita-se o apoio e a chegada de diversos doadores.
      11) Trabalhe a ideia de formação de um pool de mantenedores para custear, pelo menos, as despesas principais da instituição.
      12) Mostre a eles como eles são importantes para o projeto e que serão parceiros em todas as atividades da organização e que estarão sendo divulgados em todas as formas de mídia.
      13) Consiga apoio da comunidade para trabalhar na captação de recursos menores.
      14) Em relação às pequenas empresas, sugere-se conseguir apoio de algum bem material ou até mesmo um espaço que esteja necessitando.
      15) Em relação ao governo local, estabeleça uma negociação pautada na ética e edificação da causa, mostrando a importância para a comunidade.
      16) Procure se reunir periodicamente para ver o andamento da captação diretamente com todos os envolvidos.
      17) Procure formar parcerias. Elas fortalecem o projeto e a instituição.
      18) Procure conhecer à fundo todas as premissas que envolvem as leis, decretos, portarias, publicações, etc., pois o empresário tem de saber quais serão as vantagens que terão apoiando seu projeto.
      Existem outras formas de captação, como o CROWDFUNDING, que atualmente trata-se de um formato interessante para conseguir os recursos. Leia sobre o assunto e implante aí na sua região.

      Desejamos boa sorte a vocês. Qualquer coisa pode retornar.

      Grande abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s