Centro de Referência da Juventude participa de feira de economia solidária


 

Centro de Referência da Juventude participa de feira de economia solidária

04/01/2011

Na sexta feira, dia 3 de dezembro, as alunas do curso de Modelo e Manequim dos CRJs Cantagalo e Manguinhos, no Rio de Janeiro, tiveram seu dia de estrela. Elas participaram da Expo Brasil, evento promovido pela Secretaria Nacional de Economia Solidária que aconteceu no Centro de Convenções Sul América, na Cidade Nova.

A Expo Brasil é um evento que reúne pequenos artesãos/produtores locais/ regionais que fabricam vestidos, camisas, produtos alimentícios (mel, doce de leite, pão e etc.) e sapatos. São pequenos empreendedores que visam gerar uma renda para sustento familiar de um grupo e em alguns casos, de uma comunidade inteira.

Através de uma parceria entre o CRJ e as ONGs Ponte de Arte Cidadã, Xicas Camisetas e Favela Chic, entre outras ONGs da cidade do Rio de Janeiro e região metropolitana – Queimados, São Gonçalo e Nova Iguaçu-; as modelos desfilaram as coleções e mostraram o que vêm aprendendo nas aulas. O objetivo da parceria foi de promover o curso de Modelo e Manequim das unidades Cantagalo e Manguinhos e buscar oportunidades para futuros intercâmbios, gerando experiência e carga profissional para as meninas que participam do projeto.

Orientadas pela professora Luciana, da unidade de Manguinhos, participaram do desfile 17 meninas, sendo 6 do Cantagalo e 11 de Manguinhos. Foi um dia de glória para todas.

Fonte: CRJ

viaABONG – Centro de Referência da Juventude participa de feira de economia solidária – Notícias – Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais.

Viva e Deixe Viver ganha nova contadora de histórias


Viva e Deixe Viver ganha nova contadora de histórias.

O grupo de Voluntários Telefônica que faz parte da ONG Associação Viva e Deixe Viver ganhou mais uma colega como contadora de histórias. É a Aline Cristina Amescua de Souza, da Gerência de Desempenho de Rede Externa. Foram 10 meses de treinamento, que começou em março deste ano e terminou em dezembro com a formatura dos novos contadores.

Aline se une aos outros três contadores voluntários que trabalham na Telefônica e fazem parte da Associação Viva e Deixe Viver Antonio Alfredo Silva, Ivete Sgai e Eliane Matiko. O trabalho de contador exige extremo compromisso. Os voluntários dedicam duas horas por semana levando histórias e fantasias a crianças e adolescentes internados nos hospitais pediátricos de São Paulo, tornando sua internação um momento mais alegre e tranquilo.

Em fevereiro será aberta uma nova turma de capacitação para o processo seletivo dos voluntários em 2011. Quem tiver interesse em entrar para este grupo.

viaNotícias da Fundação Telefônica» Arquivo do Blog » Viva e Deixe Viver ganha nova contadora de histórias.